close

VENDAS: Agroindústrias e artesanato se destacam na ExpoVarejo de Rondônia

Evento chega em 2019 à sua terceira edição com dezenas de expositores de vários segmentos

ASSESSORIA SEBRAE

9 de Outubro de 2019 às 09:07

VENDAS: Agroindústrias e artesanato se destacam na ExpoVarejo de Rondônia

FOTO: (ASSESSORIA SEBRAE)

Baseada em um modelo de negócios que une empresários, atrações culturais, agroindústrias e artesanato, a ExpoVarejo se consolida como um dos principais eventos de venda direta de produtos de Rondônia. Além disso, se torna num ambiente favorável aos donos de pequenos empreendimentos. O Sebrae em Rondônia esteve presente no evento apoiando a iniciativa e estimulando a geração de negócios. A feira foi realizada no último fim de semana em Ariquemes (de 3 a 5) e os organizadores estimam que os 60 expositores faturaram algo em torno de R$ 1,5 milhão.

 

Nesta edição da ExpoVarejo, 14 agroindústrias levaram seus produtos e venderam praticamente todo estoque. Doces, queijos, licores, iogurtes, embutidos e uma infinidade de produtos puderam ser degustados pelos visitantes.

 

O agricultor José Duque de Oliveira e sua esposa Emili Carmilita de Oliveira, ambos trabalham com a produção de iogurte e fizeram bons negócios na feira. “Eventos como este tornam nosso produto conhecido e a gente sempre faz bons negócios”, destaca Duque.

 

 

 

 

 

Outro setor bastante visitado na ExpoVarejo foi a área do artesanato. “A gente busca a valorização do nosso trabalho e em feiras como a ExpoVarejo conseguimos ter destaque, pois são muitas pessoas que vêm para o evento e acabam conhecendo um pouco mais da nossa arte”, destaca Jane Carvalho, que customiza bonés com bordados e aplicação de adereços.

 

Para o Sebrae, a ExpoVarejo é sinônimo de oportunidades. “Aqui colocamos frente a frente consumidores e empresas. Cada empresário, dono de agroindústria ou artesão aproveita da melhor forma essa dinâmica”, acrescenta o diretor superintendente do Sebrae em Rondônia Daniel Pereira.

 

O presidente da Associação Comercial e Industrial de Ariquemes (ACIA), Francisco Hidalgo Farina, lembra que esta época do ano é de renovação de estoques para muitos lojistas. “As lojas de confecções e calçados aproveitam para vender produtos que estão em seus estoques, e, com esses recursos, acabam adquirindo novos produtos e renovando suas expectativas para o fim de ano”, lembra.

 

 

 

 

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS