close
logorovivo2

Acre - Trânsito mata quatro pessoas em quarenta e oito horas

Acre - Trânsito mata quatro pessoas em quarenta e oito horas

DA REDAÇÃO

26 de Julho de 2007 às 08:17

Acre - Trânsito mata quatro pessoas em quarenta e oito horas

FOTO: (Divulgação)

*Acidentes de trânsito continuam fazendo vítimas nas estradas que cortam o Estado. Quatro pessoas morreram na região em pouco mais de 48 horas. Os fatos envolveram colisão e animais soltos nas rodovias, porém o que mais está preocupando as autoridades é o aumento considerável das espécies, que estão causando as tragédias. *O caso mais recente aconteceu na manhã de ontem, quando o funcionário da SEATER, Pedro Oliveira de Souza, 46 anos, "o Pedrinho da Emater", 21 dos quais dedicados ao serviço público, residente na cidade de Brasiléia, bateu o carro contra um bando de porco na BR-317 na altura do km 57 sentido Brasiléia/Assis Brasil, matou vários animais, todavia perdeu o controle do veículo, que capotou seguidas vezes arremessando-o para fora. *OUTRAS MORTES *Na manhã de sábado um acidente ocorrido às 6h30 na AC-40, envolvendo uma moto Honda Titan placa MZP-2672 e uma bicicleta, causou a morte de Domingos Bezerra de Abreu, 63 anos, ferido com gravidade ele foi conduzido ao setor de emergências do Pronto-Socorro, pelos paramédicos do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas não resistiu aos ferimentos e veio a óbito 11 horas depois na UTI. *Às 22h20 também de sábado, deu entrada no IML para os exames de necropsia, o corpo de Luiz Braga da Costa de 37 anos. Ele foi colhido por uma caminhonete nas proximidades da cidade de Capixaba, quando saía de um boteco. *O atropelamento aconteceu por volta das 19h30, mas o corpo só foi resgatado três horas após o acidente. O motorista da caminhonete não foi localizado, para prestar esclarecimentos à polícia. *Na tarde de domingo os plantonistas do Instituto Médico Legal recolheram o corpo de Carlos Nascimento Martins, vitimado por acidente de trânsito ocorrido na Via Chico Mendes. Às mortes nas estradas que cortam o Acre chegaram ao total de quatro em apenas 48 horas. *Pedro não resistiu aos ferimentos e morreu *O extensionista lotado na cidade de Assis Brasil estava a caminho do trabalho, quando cruzou com os porcos espalhados na pista. Pelo que se pode apurar Pedro tentou desviar dos animais, mas perdeu o controle do veículo batendo frontalmente nos suínos e em decorrência do impacto o carro ficou desgovernado causando a trágica morte do trabalhador. Há pouco mais de quatro dias, um pastor morreu ao bater sua motocicleta contra uma manada de boi na BR-364.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS