close
logorovivo2

Papa lamenta mortes no presídio de Manaus

"E renovo meu apelo para que os institutos penitenciários sejam lugares de reeducação e reinserção social, e as condições de vida dos detentos sejam dignas de pessoas humanas", acrescentou o pontífice, que costuma visitar prisões em suas viagens ao exteri

MSN

4 de Janeiro de 2017 às 11:35

Papa lamenta mortes no presídio de Manaus

FOTO: (Divulgação)

O papa Francisco manifestou sua dor e preocupação com a rebelião ocorrida no presídio de Manaus, onde morreram 56 detentos em uma disputa entre facções criminosas pelo controle do tráfico de drogas.

"Expresso dor e preocupação com o que aconteceu. Convido a rezar pelos falecidos, por seus familiares, por todos os detentos nessa prisão e pelos que trabalham nela", declarou o papa na audiência-geral desta quarta-feira no Vaticano.

"E renovo meu apelo para que os institutos penitenciários sejam lugares de reeducação e reinserção social, e as condições de vida dos detentos sejam dignas de pessoas humanas", acrescentou o pontífice, que costuma visitar prisões em suas viagens ao exterior e que já recebeu prisioneiros no Vaticano.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS