close
logorovivo2

PUNIÇÃO: Justiça Eleitoral proíbe uso de imagem de Lula pela candidata Fátima Cleide

Segundo a Justiça Eleitoral a candidata utiliza seu tempo para divulgar apoio político e pedir votos para Lula, como se ainda fosse candidato à Presidência

DA REDAÇÃO

14 de Setembro de 2018 às 14:43

PUNIÇÃO: Justiça Eleitoral proíbe uso de imagem de Lula pela candidata Fátima Cleide

FOTO: (O Espectador)

 

A candidata ao Senado Federal, Fátima Cleide (PT), da 'Coligação Sem Medo de Ser Feliz', sofreu uma representação eleitoral a pedido do Ministério Público Eleitoral. O motivo foi o fato de ter veiculado durante a propaganda eleitoral radiofônica e televisiva dela, pedido de apoio político e pedir votos para Luiz Inácio Lula da Silva, como se ele ainda fosse candidato.

 

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva teve o seu pedido de registro de candidatura ao cargo de Presidente da República indeferido pelo Tribunal Superior Eleitoral(TSE), que na decisão, “vedou a prática de atos de campanha do candidato com pedido de registro indeferido, em especial a veiculação de propaganda eleitoral relativa à campanha presidencial no rádio e televisão”.

 

O teor da denúncia quer evitar o reforço persistente em promover o enaltecimento da figura do ex-candidato Luís Inácio Lula da Silva, com isso afrontando a decisão da Corte Eleitoral Superior. Com isso a juíza Úrsula Gonçalves Theodoro de Faria Souza, pediu a suspensão imediata da veiculação, seja por meio de material impresso, rádio ou televisão, de propaganda eleitoral de seus candidatos que faça referência à candidatura de Lula, à Presidência da República ou associe seu nome ao número com o qual o ex-candidato concorreria nestas eleições. A pena, caso insista é de multa diária de R$ 5.000,00 até o limite de 50.000,00.

 

Confira a decisão da Justiça Eleitoral

 

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS