close
logorovivo2

A força da lei

POR OSMAR SILVA

18 de Abril de 2018 às 12:01

Fico intrigado e decepcionado quando vejo o senador mineiro Aécio Neves na televisão. Que imagem patética, insegura e desesperada ele passa. Que fala angustiada, nervosa e sem convicção, ele transmite. Que voz trêmula, entrecortada, medrosa ele emite. Parece um gago esquizofrênicos ou, pior, alguém sob efeito de algum tipo de droga, com olhos esgazeados e distúrbio de fala.

 

Fico triste com o que vejo e ouço. Sua fala de defesa mais parece com a defesa de um menino que foi surpreendido roubando as moedas da mãe. Por mais que gagueje e tente explicar que só estava arrumando as moedas, sua expressão e os movimentos corporais o denunciam. Aécio pode até estar falando a verdade, mas esta verdade não aparece nas suas expressões corporais nem na insegurança das suas falas e, menos ainda, nos olhos assustados, arregalados, encarando o público.

 

Pior de tudo, é que a verdade que vem defendendo e jurando que provará, está muito parecida com a ‘inocência’ do ex-presidente Lula.  Por mais que neguem, os fatos trazidos à luz pelas investigações indicam provas ao contrário. E nisso, Aécio se iguala aos malfeitores da política brasileira e aos ladrões do dinheiro do cidadão brasileiro. Que coisa mais triste.

 

Estou decepcionado. Não sou mineiro e nunca votei em Aécio. Mas conheço Minas Gerais. Conheço o povo mineiro. Houve um tempo que eu conhecia Minas Gerais mais que muitos viajantes. De Norte a Sul. Aprendi a conhecer e admirar o povo mineiro. A sua alma. Tanto que casei com uma moça de lá. Sei o que aquela gente sente quando ver a decrepitude moral do moço Aécio Neves e de alguns de sua família. Até seus adversários políticos se ressentem.

 

É uma tristeza. O príncipe mineiro, moço de família. Pessoa de origem honrada. Neto do ícone da redemocratização do Brasil, do orgulho dos mineiros e da admiração dos brasileiros: Tancredo Neves. Agora, indiscutivelmente envolvido no lamaçal mais pútrido, o da corrupção, que espalha seu fedor e ofende a nação e cada um dos nacionais.

 

Dá até dó e nojo de ver um homem tão promissor, que quase foi eleito presidente do Brasil e, agora, teria tudo para se eleger presidente da República, arrastado pelo furacão nefasto dos irmãos Batista. Gente que, daqui pra frente, será sempre lembrada pelo malfeito que fizeram contra cada um dos brasileiros. Não importa quantos empregos gerem, quantos benefícios venham a fazer. Sempre serão vistos como ladrões, bandidos.  

 

Coitada de Minas Gerais. Já tinha o ex-governador Azeredo atolado na merda através do PT. Agora, amarga a vergonha de ter Aécio Neves como réu no Supremo Tribunal Federal, pelo PSDB. Submetido ao rigor das leis. Igualando o partido que presidiu ao PT e PMDB. E ainda corre o risco de arrastar outros nomes ilustre na cauda desse cometa podre.  

 

Te segura Fernando Henrique! Fecha a porta e veda as frestas. Não deixa esse mar de lama sujar tua história de estadista que orgulha o Brasil.

 

Apesar de tudo, viva o Brasil que está tendo a coragem de enfrentar seus medos, seus fantasmas e seus carrascos, com as armas das leis sob o escudo da ordem constitucional, do estado de direito. Demonstração clara de que os que puxam o Brasil para trás estão perdendo a guerra. E serão derrotados.  

 

OsmarSilva – Jornalista – Presidente da AIRON-Associação da Imprensa de Rondônia – Diretor do noticiastudoaqui.com – WhatsApp 99265.0362 – sr.osmarsilva@gmail.com

 

MAIS COLUNAS

Osmar Silva

Osmar Ferreira da Silva, 70 anos, jornalista, bacharel em direito pela Uniron, vindo da Bahia ha 36 anos, fundador do Jornal O Parceleiro em 1979 em Ariquemes, e Gazeta de Rondônia em 1980 em Ji-Paraná, escritor ficcionista e poeta inédito. Ex-secretário de Justiça, ex-diretor do Sebrae, no governo Jerônimo Santana, ex-presidente do Iteron(Instituto de Terras de Rondônia) no governo Osvaldo Piana, ex-secretário de Administração e ex-secretário de saúde de A

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS