close
logorovivo2

Roraima - Governo lança programa habitacional

Roraima - Governo lança programa habitacional

DA REDAÇÃO

25 de Maio de 2007 às 08:42

Roraima - Governo lança programa habitacional

FOTO: (Divulgação)

*O sonho da casa própria está preste a se tornar realidade para os funcionários públicos do Estado. O governador de Roraima, Ottomar Pinto, e o vice-presidente da Caixa Econômica Federal, Fábio Lenza, assinaram ontem à tarde, no Palácio Senador Hélio Campos, convênio disponibilizando todas as linhas de crédito para habitação. *Na oportunidade, o governo estadual lançou o Programa Habitacional do Servidor (PSH), que tem a meta de construir duas mil casas nesta primeira etapa, no terreno localizado na BR-174, bairro Jardim Floresta. Podem se candidatar os servidores efetivos e cargos comissionados. *Ottomar Pinto disse que o programa parte inicialmente de um projeto de construção de 2 mil casas para beneficiar servidores permanentes e comissionados. Destacou que como o Estado entrará com terreno e urbanização da área, o valor das prestações será reduzido. “As prestações mensais serão compatíveis com seus ganhos”. *As inscrições começam a partir de 1° de junho, no setor de Recursos Humanos de cada secretaria ou pelo site do servidor (www.servidor.rr.gov.br). Informações podem ser obtidas pelo 0800 280 9570. Pelo Estado, a Secretaria da Gestão Estratégica e Administração (Segad) será coordenadora do programa. *Em relação aos valores, o secretário de Administração, Luciano Moreira, informou que, como o Estado vai entrar com terreno e infra-estrutura do local, a secretaria começará a partir de hoje trabalhar em cima do projeto das casas para que se possam ter idéia dos valores a serem financiados. *Mas ele estima que para um servidor com rendimentos mensais de até R$ 1.500,00 o financiamento do imóvel de 50 metros quadrados será de no mínimo R$ 34 mil, com prestações mensais em torno de R$ 134,00. As prestações serão consignadas em folha de pagamento. Os recursos serão do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS). *O Governo do Estado estima que com o início das obras do PSH, previsto para este ano, sejam gerados mais de 8 mil empregos diretos e cerca de 10 mil indiretos. As habitações serão divididas em vários condomínios com casas ou apartamento, construídos no bairro Jardim Floresta. *Para se candidatar ao PSH os servidores precisam estar com os nomes limpos na praça, ou seja, não podem ser restrição cadastral no Serasa ou Serviço de Proteção ao Crédito (SPC). Outra condição é não possuir imóveis registrados em seu nome. *A superintendente regional da CEF, Marianey Arenhart, acredita que a CEF está ajudando a diminuir o déficit habitacional do Estado. “Além de ser um investimento para o próprio servidor, que sairá do aluguel para a casa própria”. Com a assinatura do convênio, o vice-presidente da CEF, Fábio Lenza, disse que o banco inaugura uma nova atuação no Estado, e com a nova Superintendência, as ações serão reforçadas. *ETAPAS – Na primeira fase, a Caixa Econômica Federal fará a seleção do servidor interessado na aquisição da casa própria. Após aprovação das informações financeiras, os cadastros serão encaminhados para a Segad. A opção de crédito da Caixa Econômica depende da renda familiar do comprador. *Na segunda fase, à medida que os conjuntos residenciais forem construídos, o Governo do Estado vai organizar os sorteios dos imóveis entre os servidores, com cadastros aprovados pela Caixa, conforme as suas respectivas faixas de renda familiar, que não poderá ser comprometida em mais de 30%, com o desconto das prestações, incluindo outros descontos em folha. (R.L.)

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS