close
logorovivo2

Juiz interdita albergue e manda presos para casa

O juiz verificou a existência de umidade excessiva, mal cheiro, redes penduradas em caibros do telhado, rabichos elétricos, falta de ventilação e iluminação, segundo relatou em seu despacho. Saiba mais...

DA REDAÇÃO

27 de Julho de 2007 às 09:24

Juiz interdita albergue e manda presos para casa

FOTO: (Divulgação)

*Por volta das 20h desta segunda-feira, 26, o juiz da Vara de Execuções Penais Sérgio Wilian Domingues Teixeira determinou a interdição judicial do Albergue Masculino de Porto Velho por falta de condições de habitação. *O pedido foi feito pelo Ministério Público e o próprio juiz foi ao albergue para verificar o estado do prédio. *Lá, o magistrado verificou a existência de umidade excessiva, mal cheiro, redes penduradas em caibros do telhado, rabichos elétricos, falta de ventilação e iluminação, segundo relatou em seu despacho. *O juiz ainda destacou que numa área de 72 metros quadrados, viveriam 129 presos, o que daria a estranha divisão de 59 centímetros por pessoa, inclusive com albergados dormindo no banheiro. Com essas medidas, três presos dormiriam em um colchão. *Ao constatar o estado subumano das instalações, o juiz determinou que todos os presos ficassem em regime de prisão domiciliar das 20h às 6h, e ainda que os agentes penitenciários da Secretaria Estadual de Assuntos Penitenciários (Seapen) fiscalizassem os presos em suas casas. *A Casa do Albergado funciona na Rua Álvaro Maio, entre Rafael Vaz e Silva e Elias Gorayeb, no bairro Embratel.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS