close

Parceria de Governo com Instituto possibilita cirurgias de alta complexidade em joelho e quadril

Parceria de Governo com Instituto possibilita cirurgias de alta complexidade em joelho e quadril

DA REDAÇÃO

23 de Julho de 2008 às 13:59

Parceria de Governo com Instituto possibilita cirurgias de alta complexidade em joelho e quadril

FOTO: (Divulgação)

O governo de Rondônia através de uma parceria com o Instituto Nacional de Traumatologia (INTO) do Rio de Janeiro realiza, durante esta semana, cirurgias ortopédicas de alta complexidade em joelho e quadril. A ação atenderá 30 pessoas que, no último mês, passaram por uma triagem feita por especialistas do instituto. Sem o atendimento especializado, os pacientes teriam que ser deslocados para outros Estados através do programa de Tratamento Fora de Domicílio (TFD). Todas as cirurgias estão sendo realizadas no Hospital de Base (HB), em Porto Velho. “A efetivação de parcerias é uma determinação da administração Ivo Cassol. Com o Into realizamos diversos tipos de cirurgias ortopédicas. Em menos de dois anos, esta é a sexta vez que os especialistas do instituto atuam em Rondônia. Desde o início da parceria atendemos aproximadamente 300 pacientes entre crianças e adultos. A nossa meta é ampliar esse trabalho”, afirmou, Milton Moreira, secretário de Estado da Saúde. “O instituto está atuando com uma equipe multidisciplinar formada por 18 profissionais. Ao todo são 05 cirurgiões ortopedistas, 03 anestesistas, 05 médicos residentes do Into, 01 enfermeira e 04 auxiliares. Todos os procedimentos médicos terão o apoio técnico e estrutural do nosso hospital. Já reservamos os leitos necessários e Unidades de Terapia Intensiva (UTIs)”, explicou Amado Rahhal, diretor do HB. Estado oferece os maiores salários da região norte - O trabalho dos especialistas do Into também colabora com qualificação dos médicos do Estado. As cirurgias de alta complexidade são acompanhadas e auxiliadas pelos alunos de ortopedia e de cirurgia geral do programa Estadual de Residência Médica. “A qualificação de médicos é parte de um projeto para o aumento do quadro de profissionais e a especialização dos serviços. Desde 2003 realizamos concursos e contratações emergenciais, assim ampliamos em 35% o número de contratos médicos, eram 571 e atualmente são 775”, destacou Milton Moreira. Como parte da política de ampliação do número de médicos o governo de Rondônia também oferece os maiores salários da região norte e um dos melhores do País. A remuneração para uma carga horária de 40 horas semanais é de R$ 7.257,14. Pela mesma jornada de trabalho, o Estado do Acre paga R$ 3.111,70; o Amazonas R$ 4.100,00, Roraima R$ 4.011,00, Pará R$ 3.600,00, Amapá R$ 5.656,00, a Paraíba R$ 3.202,00, R$ São Paulo 3.500,00 e Rio de Janeiro R$ 6.000,00.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS