close
logorovivo2

PÂNICO NA UNIRON – Acadêmicos ficam presos em elevador - Confira vídeo

PÂNICO NA UNIRON – Acadêmicos ficam presos em elevador - Confira vídeo

DA REDAÇÃO

24 de Abril de 2009 às 12:27

PÂNICO NA UNIRON – Acadêmicos ficam presos em elevador - Confira vídeo

FOTO: (Divulgação)

Um grupo de acadêmicos da Uniron, que estuda no Campus III no Porto Velho Shopping ficou preso por quase duas horas no elevador. De acordo com o Boletim de Ocorrência 09E1005002666, registrado durante a madrugada, os estudantes Alisson Paulo de Almeida Souza, Vanessa Francis da Silva, Gabriel de Oliveira Braga Lucas, Brenda Cássia dos Santos Barbosa, Dércio Ferreira dos Santos e Ana Janine Roca Soares ficaram presos durante uma hora e quarenta minutos no elevador, que deu pane, “não foi por falta de aviso, eu já havia conversado com a direção da faculdade logo no primeiro dia”, disse o acadêmico Dércio Santos, que é deficiente fisíco.

Dércio disse ainda que no primeiro dia de aula no novo campus o elevador não estava funcionando, “fui carregado pelas escadas por amigos. Quando cheguei ao saguão carregado, o proprietário da faculdade, Fernando Prado estava lá,sentado, e ele me disse que no dia seguinte o elevador estaria funcionando”.
O acadêmico de Direito informou também que o elevador não possui sensor de movimento, “a porta abre e fecha muito rápido, e como eu tenho dificuldade com as muletas, fica complicado ser rápido. Há tempos venho dizendo que esse elevador iria dar problema”.
Os acadêmicos saíam da faculdade por volta das 22h. Entraram no elevador e no espaço entre o primeiro andar e o térreo o elevador travou. A porta abriu e os estudantes entraram em pânico. Uma das alunas, que está grávida, teve um princípio de desmaio. O ar condicionado e as luzes apagaram, o que aumentou ainda mais a tensão no local.
A esposa de um estudante  aguardava no estacionamento e foi avisada por ele por telefone. Ela acionou o Corpo de Bombeiros e o SAMU, além de funcionários do Shopping.
Para resgatar os acadêmicos, os bombeiros precisaram quebrar a parede do elevador e puxar um a um, “foram momentos de terror que eu não desejo para ninguém. As tentativas de resgate começaram com marretadas no teto do elevador. O pior é que a gente ouvia uma voz de mulher, do lado de fora, gritando com os bombeiros ‘cuidado com o elevador, cuidado com o elevador’ dando a entender que o equipamento valia mais que a nossa segurança”, desabafou Dércio.

Os acadêmicos estão estudando uma ação contra a Uniron e possivelmente contra o Porto Velho Shopping, “estamos conversando com um advogado, não podemos permitir que isso continue ocorrendo. Pagamos uma mensalidade cara e não dá para aceitar esse tipo de coisa. Poderia ter sido uma tragédia e o que é pior, anunciada, já que a Uniron havia sido comunicada dos problemas”, finalizou Dércio Santos.

CONFIRA VÍDEO (Imagens feitas através do celular de um dos acadêmicos):

 

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS