close
logorovivo2

INCOMPLETA – Programa de esporte do Governo Federal implantado na capital está atrasado há um ano – Fotos

Segundo o secretário, Israel Xavier, a construtora apresentou irregularidades no decorrer da obra. Porém Israel ressaltou que a gestão municipal já está elaborando um novo processo de licitação e em 30 dias sairá o resultado...

DA REDAÇÃO

30 de Novembro de 2009 às 15:19

INCOMPLETA – Programa de esporte do Governo Federal implantado na capital está atrasado há um ano – Fotos

FOTO: (Divulgação)

Após cinco meses da última entrevista – realizada no último dia 15 de Julho - do Coordenador de Fiscalização da SEMPRE (Secretaria Municipal de Projetos e Obras Especiais), Valmir Queiroz, indicado pelo secretário-titular, Israel Xavier Batista, a prestar esclarecimento sobre o término da obra de uma quadra no bairro Castanheira, zona Sul da capital, ele disse que o prazo para a entrega da obra para as 500 famílias beneficiadas pelo programa Esporte Solidário, do Ministério dos Esportes, estava prevista para 90 dias naquela ocasião, pois a cobertura metálica da quadra estava sendo feita em Cuiabá (MT).
 
Segundo os moradores da rua Laranjeira, local onde se encontra a quadra, a obra teve o seu início próximo da últimas eleições municipais em 2008 e o prazo de entrega era de no máximo em 120 dias. De acordo com eles durante o período eleitoral, muitos candidatos queriam ser o “pai da criança”, hoje ninguém mais assume a responsabilidade para finalizar a obra que tem recurso do Governo Federal no custo de R$ 263.163,19.
 
MORADORES INDIGNADOS
 
Na tarde da última quarta-feira (25/11) a reportagem do Rondoniaovivo foi até o bairro Castanheira, entrevistar alguns moradores da rua Laranjeiras para saber da conclusão da quadra. Em primeiro momento, os que entraram em contato com a reportagem estavam indignados com o que muitos deles chamaram de “falta de respeito dos gestores municipais para com os cidadãos de Porto Velho”.
 
“O que eles fizeram aqui foi somente passar um cal nas paredes e não explicaram nada para ninguém sobre a cobertura e o piso da quadra, que para mim está ao Deus dará!”, disse a moradora Francisca Antunes do Amaral.
 
Outro fato curioso é que as férias escolares estão chegando e as crianças daquela comunidade estão procurando atividades extraclasses e a única quadra contemplada pelo incentivo do Governo Federal não está atendendo as necessidades dos pequenos desportistas, que fazem parte das 500 famílias beneficiadas pelo programa Esporte Solidário.
 
“Queremos saber onde está este dinheiro do Ministério dos Esportes, queremos saber de tudo e quando realmente será finalizada a obra. A quadra continua sem teto, e aí Prefeitura?”, questionou a moradora Orminda Almeida.

 Um outro morador, que se encontrava próximo do local onde está a quadra disse que não acreditava que se tratava de uma obra utilizada com recurso federal. "Chamar isso aqui de quadra de esporte é subestimar a inteligência da nossa comunidade. Eu quero acreditar que esse "esqueleto" de quadra seja realmente concluída pela nossa administração municipal, porque do jeito que está eu tenho até vergonha de dizer que essa é uma obra de beneficiamento ao bairro".

SEMPRE RESPONDE
 
Em contato com o secretário da SEMPRE (Secretaria Municipal de Projetos e Obras Especiais), Israel Xavier Batista, informou que cancelou dias atrás o contratou com a empresa APN Construção Civil LTDA, responsável pela execução da obra.
 

Segundo o secretário, Israel Xavier, a construtora apresentou irregularidades no decorrer da obra. Porém Israel ressaltou que a gestão municipal já está elaborando um novo processo de licitação e em 30 dias sairá o resultado da mais nova empresa que assumirá a responsabilidade de finalizar a obra de infra-estrutura da quadra coberta do programa Esporte Solidário do Governo Federal.

FOTOS:

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS