close

Batalhão da Polícia Ambiental participa de mutirão contra a dengue em Candeias do Jamari

Batalhão da Polícia Ambiental participa de mutirão contra a dengue em Candeias do Jamari

DA REDAÇÃO

27 de Janeiro de 2010 às 16:04

Batalhão da Polícia Ambiental participa de mutirão contra a dengue em Candeias do Jamari

FOTO: (Divulgação)

A Secretaria Municipal de Candeias do Jamari, através do Departamento de Atenção Básica e Endemia Dengue, realiza desde o dia 14 de janeiro uma mobilização de combate ao vetor da Dengue no município.  O mutirão conta com a participação do Batalhão de Policia Ambiental, que disponibilizou policiais e viaturas para realizar a segurança e ainda apoiar na divulgação de informações para a eliminação dos focos do mosquito Aedes aegypt.
 
A campanha que vai até o dia 29 deste mês, realiza visitas as residências, exterminando focos do mosquito com aplicação de inseticida e ainda realiza a aplicação do Fumacê em todo o município de Candeias do Jamari, dando ênfase aos bairros com maior número de casos confirmados da doença.
 
Segundo o policial Ambiental Ornaghi, participante do Mutirão, a população do município está sendo convocada a aderir à campanha colaborando com a limpeza de suas residências.  Ele explica que todos devem depositar o lixo que estiver em seu quintal na frente de sua residência, devidamente acondicionado em sacos de lixo bem fechados, e, ainda, qualquer objeto que possa acumular água como: latas velhas, fogões, geladeiras e outros, para serem recolhidos pela prefeitura.
 
MULTAS
 

“Os donos de terrenos baldios estão sendo notificados a limpar seus quintais e aqueles que não cumprirem com a determinação dos fiscais serão multados”, alerta Ornagui.

 

A qualidade de vida da população de qualquer município está ligada a um ambiente ecologicamente equilibrado, livre de acumulo de lixo em locais inapropriados, o que em muito auxiliaria no controle dos casos de Dengue. Atitudes simples como manter nossos terrenos limpos, livres de locais propícios a reprodução do mosquito transmissor da Dengue, como: tampas de garrafas, pneus, calhas entupidas, e ainda,  o cuidado para não jogar lixo em local indevido, devem fazer parte de nossas vidas, ou a guerra contra a Dengue estará fadada ao insucesso. 
 
PREVENÇÂO 
 
O combate ao mosquito deve ser feito de duas maneiras: eliminando os mosquitos adultos com a aplicação de inseticida nas residências e nos terrenos baldios com o uso do “Fumacê” (que só deve ser realizada por profissional de saúde habilitado), e, principalmente, acabando com os criadouros de larvas.
 
Mas não adianta apenas trocar a água dos recipientes, pois as larvas do mosquito ficam aderidas às paredes do recipiente, portanto, é preciso que se substitua a água dos vasos de plantas por areia, além de lavar o recipiente com uma escova, e ainda lavar e manter fechadas caixas d’água, cisternas, tambores e qualquer outro objeto que possa acumular água.

O policial Ornaghi, faz uma alerta: “a responsabilidade do combate ao mosquito da Dengue não é apenas dos órgãos governamentais, mas de todo cidadão. Não seja a próxima vítima”, conclui.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS