close

Madeireira de Espigão do Oeste é considerada ecologicamente correta pela FIERO

Com objetivo de conhecer a realidade e também aproximar ainda mais os empresários de todo o Estado junto à Casa da Indústria, a caravana formada por superintendentes e diretores da FIERO esteve no município de Espigão do Oeste, cerca de 500 km da capital,

DA REDAÇÃO

23 de Junho de 2010 às 08:28

Madeireira de Espigão do Oeste é considerada ecologicamente correta pela FIERO

FOTO: (Divulgação)

Com objetivo de conhecer a realidade e também aproximar ainda mais os empresários de todo o Estado junto à Casa da Indústria, a caravana formada por superintendentes e diretores da FIERO esteve no município de Espigão do Oeste, cerca de 500 km da capital, onde visitou a madeireira Solimad.
Na oportunidade, a caravana foi recepcionada pelo empresário Valdir Raizem que mostrou a instalação da empresa e como é feita a produção da madeireira que vem conquistando o mercado interno e também internacional, incluindo países da Europa, Ásia e ainda o mercado norte americano.
Atualmente o empreendimento produz 800 m³ de madeira ao mês com peças para o segmento para construção civil, como tacos, decks, portas e pisos. A empresa trabalha no aproveitamento de 80% da matéria prima da floresta, ação esta que é considerada de grande relevância no segmento.
"Uma madeireira deste poste que aproveita o máximo dos recursos naturais e que tem a preocupação em não desperdiçar a matéria prima é considerada para nós da Casa da Indústria uma madeireira ecologicamente correta, e isso é muito positivo para o Estado de Rondônia", disse o presidente da FIERO, Denis Baú. Durante a visita, Denis convidou a empresa Solimad para participar da quarta edição da FEIRON Internacional, que acontece de 8 a 11 de setembro em Porto Velho, no SESI Clube.
Nesta visita, acompanharam o presidente o diretor do SENAI, Vivaldo Matos, o superintendente do IEL, Nazareno Gomes Barbosa, a superintendente do SESI, Soraia Vilela, o superintendente da FIERO, Gilberto Baptista, o coordenador doNúcleo de Apoio à Indústri (NAI), Elmir Marques e o diretor da Escola SENAI Cacoal, Marcos Braúna.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS