close

Confúcio diz na TV que investirá na saúde familiar, mas a educação vai ser sua prioridade no governo

Confúcio diz na TV que investirá na saúde familiar, mas a educação vai ser sua prioridade no governo

DA REDAÇÃO

21 de Agosto de 2010 às 09:14

Confúcio diz na TV que investirá na saúde familiar, mas a educação vai ser sua prioridade no governo

FOTO: (Divulgação)

Investir na atenção básica de saúde da família, reformar e estruturar os hospitais regionais, além de promover o atendimento humanizado através da valorização da carreira profissional e preparação continuadas servidores do setor foram alguns dos pontos destacados pelo candidato ao Governo da coligação “Aliança por uma Rondônia Melhor para todos” (PMDB, PDT, PCdoB, DEM e PRTB), Confúcio Moura (PMDB), ao falar sobre suas propostas para o setor da saúde, na entrevista queconcedeu nesta quinta-feira (19) ao “Jornal de Rondônia”, apresentado pela jornalista Carolina Brazil na TV Rondônia (Rede Globo).
 
Segundo Confúcio Moura, o cuidado que terá no governo ao tratar da saúde pública decorre não apenas do clamor popular detectado nas pesquisas qualitativas de que dispõe, da sua vivência como médico que fez opção pelo atendimento familiar, mas, sobretudo, pela sua experiência como administrador do setor, extraída do período em que foi titular da Secretaria de Estado da Saúde de Rondônia.
 
No entanto, principalmente depois de ter tomado conhecimento do fraco desempenho do Estado relativo ao “Índice de Desenvolvimento da Educação” (Ideb), hoje o principal medidor da educação brasileira e leva em conta rendimento escolar, sua prioridade como governador de Rondônia, conforme disse na entrevista, será a educação, pois acredita que tudo no mundo depende da instrução bem aplicada e nada prospera sem a participação de pessoas bem preparadas.
 
“Educação de qualidade não se faz por decreto, portaria ou aos gritos, mas sim, por meio do respeito e de programas sustentáveis que não sejam interrompidos a cada governante de plantão”, frisou.
 
Ao ser indagado sobre como pretendia enfrentar, uma vez no governo, o cenário que sobrevirá após a conclusão das obras das hidrelétricas do rio Madeira, com previsões funestas de desemprego em massa, Confúcio Moura disse que Rondônia é um Estado tão grande e com tantas potencialidades que esse temor não deverá se materializar. “Agiremos preventivamente, com planejamento adequado, buscando estimular o empresariado local a investir nos setores que demonstrarem mais capacidade para absorver essa mão-de-obra. Com planejamento e colaboração, tudo se resolve”, disse.
 
Sobre segurança, ao ser confrontado com esse questionamento, Confúcio disse que mais uma vez agirá colocando a prevenção à frente das ações no setor, além assegurar a presença da polícia prioritariamente nos locais onde é maior a incidência de crimes. Além disso, garantiu que não vai ser o governador das masmorras, preferindo recomendar a utilização de penas alternativas e uma política que privilegie a recuperação e a reinserção dos presos no convívio social.
 

Ao final, Confúcio Moura voltou a falar sobre a Educação como prioridade do seu governo, defendendo novas estratégias e uma atitude criativa diante da questão, apresentando como proposta concreta, para exemplificar, a inclusão de dois novos profissionais na rotina escolar: o assistente social, que irá mediar conflitos com as famílias, e o psicólogo, profissional que deverá dar atenção a alunos com problemas de aprendizagem e relacionamento. “Hoje, a maioria dos pais entregam seus filhos nas mãos dos professores. O ambiente escolar precisa, portanto, de uma completa redefinição”, acredita Confúcio.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS