close

1º turno das eleições 2010 custou mais de R$ 43 milhões aos candidatos rondonienses

1º turno das eleições 2010 custou mais de R$ 43 milhões aos candidatos rondonienses

DA REDAÇÃO

2 de Dezembro de 2010 às 14:31

1º turno das eleições 2010 custou mais de R$ 43 milhões aos candidatos rondonienses

FOTO: (Divulgação)

Somados os gastos dos 350 candidatos que prestaram contas até o momento perante a Justiça Eleitoral, o valor gasto no primeiro turno das eleições 2010 chega a um total de R$ 43.254.506,32, representando um gasto médio total de R$ 40,08, por eleitor. Não estão incluídos nesse cômputo os gastos de campanha dos candidatos ao governo no segundo turno.

As informações utilizadas no levantamento dizem respeito apenas aos candidatos que prestaram contas à Justiça Eleitoral. Não estão incluídas despesas de comitês financeiros e partidos políticos ou ainda dos candidatos que estão omissos em relação a esse dever. A pesquisa inclui, ainda, informações de candidatos a vice-governador e a suplente de senador que apresentaram as contas de campanha.

Cerca de 110 candidatos rondonienses ainda não apresentaram suas contas ao TRE, sendo que a maioria dos inadimplentes está entre os candidatos ao cargo de Deputado Estadual. Dos 383 candidatos a uma cadeira na Assembléia Legislativa de Rondônia apenas 282 apresentaram contas, os outros 101 candidatos, até o momento, estão omissos quanto a essa obrigação. Os gastos de campanha dos candidatos a uma cadeira na ALERO ultrapassam os dezesseis milhões de reais.

Os 72 candidatos que concorreram a uma vaga na Câmara dos Deputados realizaram uma despesa total de R$ 10.216.076,89, valor que equivale a um gasto médio de R$ 9,47 por eleitor.

Os três candidatos que concorreram ao governo no primeiro turno gastaram R$ 3.427.328,95, valor que equivale a uma despesa média de R$ 3,18, por eleior. Já os nove candidatos ao senado lançaram mão de R$ 13.424.776,73 em suas campanhas, com um gasto médio de R$ 12,44.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS