close

Governo faz levantamento de unidades de conservação

Governo faz levantamento de unidades de conservação

DA REDAÇÃO

16 de Junho de 2011 às 10:01

Governo faz levantamento de unidades de conservação

FOTO: (Divulgação)

A Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental (Sedam) continua os trabalhos do diagnóstico socioeconômico das unidades de conservação. Técnicos da Coordenadoria de Unidades de Conservação de Uso Sustentável aplicaram no período de 19 de maio ao dia 7, os questionários nas reservas extrativistas de Rio Cautário, Pedras Negras e Curralinho, nos município de Alta Floresta e Costa Marques.
O levantamento será utilizado pelo governo como norteador de políticas públicas e vai ajudar a direcionar ações para a sustentabilidade e proteção das reservas extrativistas e unidades de conservação. O trabalho começou no mês de abril com a aplicação dos questionários na reserva extrativista do Rio Jaci-Paraná, em Porto Velho.
De acordo com a secretária da Sedam, Nanci Maria Rodrigues da Silva, será formado um banco de dados com informações sobre saúde, educação, habitação, transporte, produção, alternativa econômica e questão fundiária.
Segundo ela, o próximo trabalho está programado para acontecer nos municípios de Machadinho do Oeste, Vale do Anari e Cujubim, que somam 16 reservas extrativistas.
 
As unidades de conservação de uso sustentável permitem que a população residente – por meio de concessão – utilizem os recursos naturais de forma racional de acordo com as recomendações previstas no Plano de Manejo de Uso Múltiplo.
Para o presidente da Organização dos Seringueiros de Rondônia – OSR, Valdemir Ferreira de Melo, o levantamento que está sendo feito é inédito, pois nenhum governante se preocupou com a qualidade de vida das populações extrativistas.
 
A Coordenadoria de Unidade de Conservação conta com o apoio da Sedam Regional de Machadinho d´Oeste, Associação dos Seringueiros de Machadinho do Oeste (ASM), Associação dos Moradores da Reserva Rio Preto Jacundá (ASMOREX), Associação dos Moradores da reserva extrativista Maracatiara (ASMOREMA), e Organização dos Seringueiros de Rondônia (OSR).

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS