close

PAINEL POLÍTICO – Governo não consegue realizar JOER e prejudica 15 mil estudantes - Por Alan Alex

PAINEL POLÍTICO – Governo não consegue realizar JOER e prejudica 15 mil estudantes - Por Alan Alex

DA REDAÇÃO

7 de Julho de 2011 às 17:33

PAINEL POLÍTICO – Governo não consegue realizar JOER e prejudica 15 mil estudantes - Por Alan Alex

FOTO: (Divulgação)

E agora Tiziu?
Após as declarações do empresário Luiz Carlos Tremonte, rebatendo a nota do ex-deputado estadual Tiziu Jidalias, reinou um silêncio. O empresário afirma com todas as letras que Tiziu recebeu sim R$ 1 milhão e tem como provar. Afirmou ainda que o ex-deputado vai ter sérios problemas com o Ministério Público Federal e com a Polícia Federal. Tremonte também não poupou críticas ao ex-chefão da Santo Antônio em Rondônia, José Bonifácio Pinto Júnior, conhecido como “Boni”.
Papo furado
Tremonte disse ter ficado revoltado ao assistir a entrevista concedida por Boni ao programa Câmera 11 da Tv Candelária em Porto Velho há cerca de um mês. Ele afirmou “nunca ter ouvido tanta besteira junto de uma vez só”.
Quem é
Luiz Carlos Tremonte é empresário do setor madeireiro. Foi presidente do Sindicato das Indústrias Madeireiras do Sudoeste do Pará e chegou a lançar uma pré-candidatura ao governo daquele estado pelo PSL, mas desistiu em julho. É um dos diretores da União das Entidades Florestais do Estado do Pará (UNIFLOR). Era proprietário da empresa VP Construções, com sede em São Paulo, que foi vendida para a SUSFOR (que ele afirma não ter recebido) e detinha o contrato para retirada de toda a madeira das áreas que serão alagadas pelas usinas.
Finalizando
Tremonte levou um “tombo” dos chineses e terminou sobrando para Tiziu e outros, cujos nomes o empresário afirma ter repassado as autoridades. Em breve poderemos ter novidades sobre esse caso. Tremonte também afirma que as Usinas estão enterrando a madeira retirada das áreas que serão alagadas, porque a SUSFOR não cumpre o contrato. Como ninguém se habilitou a fazer o serviço, a madeira precisa ter uma destinação e o método mais barato é enterrar.
A lambança
Desde que assumiu o governo Confúcio Moura não deu uma dentro. Perdeu a eleição da Mesa da Assembleia, nomeou um bando de fichas sujas para seu primeiro escalão, coisa que disse não faria, decretou estado de calamidade na saúde, que piorou depois disso e por último sua “brilhante” equipe está conseguindo sabotar um dos mais importantes eventos esportivos para os estudantes, os Jogos Escolares de Rondônia – JOER, graças a incapacidade da Secretaria de Educação em fazer um simples projeto, que resultou em uma determinação do Tribunal de Contas do Estado
15 mil
É o número de atletas que estão sendo prejudicados pelas falhas do governo do Estado. Se os jogos não ocorrerem até o fim deste mês, nem precisam mais acontecer, porque o Estado fica fora do campeonato nacional. Estudantes rondonienses já se mobilizam para realizar protestos em frente ao Tribunal de Contas e Palácio do Governo. Só não sei se vai adiantar muita coisa, já que as “autoridades” devem estar de férias nesse período.
Obviedades
Um leitor de PAINEL POLÍTICO esteve no Tribunal Regional Eleitoral para fazer o cadastramento biométrico e levou os documentos e respectivas cópias, exigidas pelo Tribunal. Ele então percebeu que, em tempos de digitalização, não faz sentido o TRE exigir cópias xerocopiadas, uma vez que os originais poderiam ser escaneados. Ele então fez umas rápidas contas e concluiu que quando o trabalho for concluído, serão 250 mil eleitores, totalizando 500 mil cópias, além do consumo de energia e gastos com as próprias cópias. Sem contar que toda essa papelada terá que ser armazenada em algum lugar.
Claro
Que o nobre leitor esqueceu que no Brasil as coisas não são bem assim. Tem que burocratizar. Para se ter uma idéia, atualmente até para fazer matrícula em faculdade precisa levar o certificado de conclusão do 2º grau e histórico escolar autenticado em cartório, o que não isenta a instituição de absolutamente nada, em caso de falsidade ideológica, é apenas e tão somente para dar dinheiro para donos de cartórios e manter as máquinas de Xerox funcionando.
Faixa exclusiva
A faixa exclusiva de ônibus na Avenida Sete de Setembro não está sendo respeitada pelos motoristas de carro-forte das agências bancárias. Os blindados estacionam e os ônibus precisam desviar, saindo da faixa e invadindo a pista. O que já é atrapalhado fica ainda pior.
Surreal
Ouvindo a propaganda da prefeitura nas rádios da cidade, me flagrei achando que estou vivendo na cidade errada. Não consigo enxergar as melhorias divulgadas em números superlativos apresentados pelo locutor. Da forma como ele descreve, parece que estamos na Suiça, ou algo do gênero. Devo ter batido a cabeça em algum ponto nos últimos sete anos.
Agora
Legal mesmo é ouvir ele falando que “entre as obras da prefeitura podemos citar a construção da maternidade municipal”. Ora senhores, a maternidade estava praticamente pronta quando Roberto assumiu ainda em 2005 e ela foi entregue em 2006, portanto, ainda no primeiro mandato. Eles dizem que já terminaram 35 obras na cidade (a maternidade junto). Posso citar de cabeça, pelo menos 70 que estão paradas e mais umas 30 que foram prometidas e sequer saíram do papel. A rodoviária é uma delas.
Virou ação
O presidente do Sindicato dos Motoristas Oficiais Profissionais no Estado de Rondônia (Simporo), Clay Milton Alves denunciou mais uma vez no Ministério Público do Trabalho por descumprimento de um Termo de Ajuste de Conduta (TAC 002/2008) que prevê, dentre outras coisas a contratação de servidores comissionados que não sejam para atuar nas áreas de direção e assessoramento do Departamento de Estradas e Rodagens. O TAC já se transformou em uma ação civil pública (nº 1020/2007) atualmente em tramitação na 4ª Vara da Justiça do Trabalho. O MPT pediu a execução de multas aplicadas ao DER, mas o presidente do sindicato afirmou que nada disso adianta, já que são os cofres públicos que sangram com o pagamento dessas multas.
Festival
De acordo com o presidente, somente na categoria de motoristas faltam 52 candidatos para serem chamados do último concurso. “Enquanto isso, o DER-RO enche as residências com comissionados. É bom lembrar que esses trabalhadores do interior são tratados em regime de semi-escravidão, pois cumprem longas jornadas de trabalho, dormem no chão e sem qualquer tipo de equipamento”, disse o sindicalista.
Lesa Rondônia
O Rondoniaovivo publicou reportagem sobre a gambiarra criada pelo governo para dar isenção fiscal às empresas que fornecem equipamentos para as usinas. A coisa é tão absurda que eles ressuscitaram um convênio de 1991, para dar “legalidade” e assim deixar de escanteio o convênio firmado este ano, que garantiria a isenção. Com a jogada, a Sefin bota de lado também a Assembleia Legislativa, que não terá qualquer tipo de fiscalização sobre o decreto requentado.
Alerta
A Organização Mundial da Saúde (OMS) alertou nesta quinta-feira que oito milhões de pessoas morrerão anualmente até 2030 por causa do tabaco, caso seja mantida a tendência atual de consumo no mundo todo. Aproximadamente 80% destas mortes prematuras acontecerão em países menos desenvolvidos. "No decorrer do século XXI, o tabaco poderia matar 1 bilhão de pessoas se não forem tomadas medidas urgentes", adverte o relatório da OMS apresentado em Genebra. A a OMS explica que os Governos arrecadam na atualidade US$ 133 bilhões com impostos do tabaco, mas gastam menos de US$ 1 bilhão na prevenção de seu consumo. A OMS lembrou que o tabaco já mata cerca de seis milhões de pessoas por ano e causa perdas multimilionárias aos Estados pelos tratamentos médicos necessários para as doenças provocadas pelo tabaco.
Contatos
Contatos com a coluna podem ser feitos pelo alan.alex@gmail.com – painelpolitico@hotmail.com – www.painelpolitico.com - @painelpolitico – telefones 3225-7495 e 9248-8911.
 

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS