close

Assembléia Extraordinária do SINDFISC mostra a união dos servidores municipais do Grupo TAF

A Assembléia Geral Extraordinária realizada pelo Sindicato dos Fiscais Municipais de Porto Velho - SINDFISC na tarde da última Segunda-Feira demonstrou a indignação quanto a falta de compromisso do Prefeito Roberto Sobrinho (PT) com os servidores do Grupo

DA REDAÇÃO

16 de Novembro de 2011 às 08:29

Assembléia Extraordinária do SINDFISC mostra a união dos servidores municipais do Grupo TAF

FOTO: (Divulgação)

A Assembléia Geral Extraordinária realizada pelo Sindicato dos Fiscais Municipais de Porto Velho - SINDFISC na tarde da última Segunda-Feira demonstrou a indignação quanto a falta de compromisso do Prefeito Roberto Sobrinho (PT) com os servidores do Grupo TAF (Tributação, Arrecadação e Fiscalização) quanto as propostas do reenquadramento e realinhamento, justas reivindicações devido a perda de tempo de serviço dos servidores e o realinhamento dos vencimentos devido a alta discrepância quanto aos outros servidores do município que possuem atribuições parecidas.
Além de demonstrar a união do grupo TAF (Auditores dos Tesouros, Fiscais Municipais e Assistentes de Arrecadação), a Assembléia deliberou sobre os passos legais do processo de paralisação, mas sempre foi ressaltando que o SINDFISC tentará voltar às negociações com o Prefeito para evitar esse último recurso, porque tal medida acarretará problemas de atendimento ao contribuinte, outros pontos foram mencionados como problemas sérios de estrutura para trabalho, falta de sala apropriada e suporte tecnológico, falta de veículos para o trabalho, baixo investimento em qualificação, entre outros.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS