close
logorovivo2

Governo do Estado convoca população para combater a dengue

Governo do Estado convoca população para combater a dengue

DA REDAÇÃO

10 de Janeiro de 2013 às 16:53

Governo do Estado convoca população para combater a dengue

FOTO: (Divulgação)

O Governo de Rondônia alerta a população que, com a chegada do período de chuvas, aumenta a preocupação com a dengue, doença grave que atinge milhares de pessoas todos os anos e que pode levar a morte.
De acordo com dados da Agência Estadual de Vigilância Sanitária (Agevisa), cinco municípios de Rondônia apresentam maior índice de infestação do mosquito aedes Aegypti, que são: Porto Velho, Cujubim, Espigão do Oeste, Nova Mamoré e Ouro Preto do Oeste.
Combater a dengue não é fácil. Há a necessidade de mobilização e a colaboração da sociedade. Só assim é possível eliminar os focos do mosquito transmissor. “É preciso a conscientização de cada um. A maioria dos focos é encontrada em residências. Não adianta eu fazer minha parte, se meu vizinho não fizer a dele. Adotar alguns hábitos também é essencial. O mosquito é doméstico, por isso devemos estar em vigilância permanente. Só conseguimos ficar livres da dengue se estivermos unidos, trabalhando em cooperação”, disse o governador Confúcio Moura.
Ano passado, no período de janeiro a novembro, foram registrados na Capital 229 casos de dengue, com 60 confirmações da doença. Comparando com 2011, houve redução de 24% no número de casos. “É preciso reduzir ainda mais estes índices. Medidas simples geram bons resultados e nos ajudar a combater a dengue”, afirmou o secretário de Estado de Saúde (Sesau), Williames Pimentel.
Sintomas
A dengue pode causar febre alta; dor de cabeça; dor atrás dos olhos; perda do paladar e apetite; manchas e erupções na pele, semelhante a sarampo; náuseas e vômitos; tonturas; cansaço; moleza e dor no corpo e dores nos ossos e articulações.
Hemorrágica
A dengue hemorrágica é uma forma grave da doença, neste caso, o quadro clínico se agrava rapidamente. Inicialmente ela se assemelha a dengue clássica, mas, após o terceiro ou quarto dia surgem sintomas como dores abdominais contínuas, vômitos persistentes, boca seca, pele pálida, dificuldade de respirar sangramento pelo nariz, boca e gengivas e manchas vermelhas na pele.
Combate
A melhor maneira de evitar a dengue é combater a água acumulada, local escolhido para a proliferação do mosquito. Confira algumas dicas:
• Mantenha a caixa d’água e cisternas tampadas;
• Limpe as calhas e remova tudo que possa obstruir a passagem da água;
• Lave semanalmente tambores e recipientes de água;
• Guarde garrafas de cabeça para baixo;
• Armazene o lixo em sacos plásticos e mantenha a lixeira tampada;
• Encha de areia os pratinhos dos vasos de plantas;
• Evite acumular água em latas, embalagens, pneus, copos plásticos, tapinhas de garrafa, ou em qualquer outro recipiente;
• Mantenha o quintal limpo.
Conselho discute situação da dengue em Rondônia
Membros do Conselho Estadual da Dengue estiveram reunidos, nesta quinta-feira (10), no auditório da Agevisa, para discutir o quadro atual da dengue em todo o Estado, e apresentar propostas de trabalho em caráter interdisciplinar e a equipe de coordenação do Programa Estadual de Controle da Dengue (PECD).
Segundo a diretora geral da Agevisa, Arlete Baldez, a instituição colabora com os 52 municípios rondonienses, levando propostas de trabalho e orientações aos municípios com o planejamento e organização dos serviços.
Pimentel destacou a importância do trabalho em conjunto e afirmou que a Sesau está preparada para fazer sua parte e intensifica as ações de combate ao mosquito transmissor em qualquer município ou região.
Para ajudar o Estado a combater a dengue, o Ministério da Saúde vai repassar para Rondônia R$ 2,2 milhões para a qualificação das ações e aprimoramento dos planos de contingência.
A reunião contou com a participação de mais de 40 profissionais e parceiros da Universidade Federal de Rondônia (Unir), Centro de Medicina Tropical de Rondônia (Cemetron), Corpo de Bombeiros Militar, Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), entre outros.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS