close
logorovivo2

Presidente da ALE diz que Governo deve construir hospital e não repassar a gestão para Prefeitura

Presidente da ALE diz que Governo deve construir hospital e não repassar a gestão para Prefeitura

DA REDAÇÃO

14 de Março de 2013 às 16:03

Presidente da ALE diz que Governo deve construir hospital  e não repassar a gestão para Prefeitura

FOTO: (Divulgação)

O presidente da Assembléia Legislativa de Rondônia, deputado Hermínio Coelho (PSD), participou hoje pela manhã na cidade de Guajará-Mirim do lançamento da pedra fundamental do Hospital Regional, a ser construído num prazo de um ano. Foi a primeira vez após ter assumido a presidência da Assembléia Legislativa de Rondônia, que ele participou de uma solenidade do Governo. O deputado ao discursar durante o evento, disse que era preciso construir, mas também criticou o fato do governador Confúcio Moura determinar que a administração do futuro hospital fique sob a responsabilidade da Prefeitura de Guajará-Mirim.
Da solenidade participaram os seguintes deputados: Hermínio Coelho (PSD); Jean Oliveira (PSDB); Maurão de Carvalho (PP); Kaká Mendonça (PTB); Ana da Oito (PT do B); Edson Martins (PMDB); Zequinha Araújo (PMDB); Saulo Moreira (PDT); Adriano Boiadeiro (PRP); Eurípedes Lebrão (PMN); Adelino Follador (DEM); e Epifânia Barbosa (PT).
A deputada Ana da Oito (por ter base eleitoral na região), foi a primeira parlamentar a discursar. Ela elogiou o Governo por ter priorizado a construção do Hospital Regional, mas também pediu que a Secretaria Estadual de Saúde priorizasse a contratação de médicos. O deputado Kaká Mendonça destacou que seguramente o maior desafio mesmo será após a construção do hospital, visando dotar esta unidade de profissionais em todas as áreas, para garantir uma saúde de qualidade. O deputado Edson Martins, também congratulou-se com o Governo.
Ao discursar, o deputado Hermínio Coelho disse não ter o costume de participar de eventos desta natureza, por se mentir muito, prometer muito para depois não cumprir. Ele defendeu uma ampla união de forças, no sentido de tirar Guajará-Mirim do isolamento e do abandono. O deputado declarou que antes do Governo iniciar a construção do hospital, deveria mesmo era assumir agora o atual hospital, que se encontra em uma situação deplorável, por saber inclusive das complicações de gestão, da falta de recursos e da bandalheira que o atual prefeito herdou de administrações passadas. “O Governo sabe que a Prefeitura não tem condições de assumir o Hospital Regional, mas ainda assim empurra para o prefeito”, declarou.
Ao encerrar seu pronunciamento, aplaudido por dezenas de pessoas, inclusive estudantes e funcionários públicos, Hermínio Coelho declarou: “Não acredito que o Governo com um orçamento expressivo que tem, não tenha condições de ajudar com um simples computador o laboratório do hospital da cidade. Situação de abandono, com equipamentos velhos e quebrados. É possível sim, senhor governador, o Estado garantir dignidade para esse povo. É preciso respeitar este povo”.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS