close
logorovivo2

Escola do governo foi palco de estupro de menina de 11 anos

Escola do governo foi palco de estupro de menina de 11 anos

DA REDAÇÃO

26 de Março de 2013 às 15:10

Escola do governo foi palco de estupro de menina de 11 anos

FOTO: (Divulgação)

Explicações 

A secretária de Educação do Estado, Isabel Luz depõe nesta terça-feira na Assembleia Legislativa. Ela vai explicar aos deputados uma série de irregularidades que vem sendo questionadas em sua administração, entre elas a chamada “farra das diárias”, o sumiço dos televisores, note-books e aparelhos de ar-condicionado do almoxarifado da SEDUC e ainda sua falta de controle sobre situações complicadas que vem ocorrendo nas escolas da rede pública, onde foram implantados os horários de educação integral, mas sem gente suficiente para controlar a grande quantidade de alunos.

 Como exemplo 

Dessa falta de controle, foi o caso do estupro de uma menina de 11 anos por seus colegas em uma escola do interior, ocorrido na semana passada e que vem sendo tratado com sigilo pela SEDUC. Não vamos falar nem o nome da cidade para evitar maiores problemas aos pais, mas o caso é grave e precisa ser apurado. De acordo com informações repassadas pela escola, o crime aconteceu principalmente pela falta de pessoal para cuidar da imensa quantidade de alunos.

 O problema 

É que o crime já foi cometido, a menina vai carregar esse trauma pelo resto de sua vida, dificilmente os autores serão punidos e Isabel Luz dorme tranquila achando que anda fazendo grande coisa pela educação. Na verdade, a educação no Estado não melhora apenas por falta de administração competente. O orçamento da educação para 2013 em Rondônia é de 1,625 bilhão, o que representa cerca de R$ 135 milhões por mês. Esse dinheiro, é claro, deve ser usado para folha de pagamento e investimentos. Na folha, sabe-se que os salários não melhoraram tanto assim e em investimentos a coisa também não avançou. 

A implantação 

Do ensino integral é uma luta antiga dos educadores, mas a principal dificuldade é exatamente o custo dessa estrutura. Precisa praticamente dobrar a quantidade de pessoal, as despesas aumentam significativamente e o que alguns estados e municípios terminam fazendo é uma espécia de escola modelo, e para isso sacrificam as demais. Não precisamos ir para os grotões do interior para percebermos essa falta de estrutura. Aqui mesmo na capital percebe-se uma carência enorme quando falamos em investimentos educacionais.

O reflexo 

Dessa falta de compromisso do governo com a educação é o aumento da criminalidade, as baixas notas, profissionais da educação insatisfeitos e um estado que não avança. Confúcio, melhor que ninguém sabe a importância das melhorias no setor e poderia parar de gastar dinheiro com coisas inúteis como a tal secretaria da Paz e Plano Futuro e investir esses recursos em educação. Seria um investimento de médio prazo mas que faria uma difrerença absurda nos próximos anos. 

Gestor 

Um dos principais problemas de Confúcio no setor são exatamente os gestores escolhidos por ele para uma pasta tão importante. Já que ele se deu ao trabalho de convidar o assessor de coisa nenhuma Mangabeira Unger como conselheiro, poderia ter convidado o senador Cristovam Buarque para lhe dar consultoria nessa área e quem sabe fazer de Rondônia um exemplo para o País. Se Confúcio errasse em todas as áreas mas acertasse na educação, estaria perdoado por todos os seus pecados, mas, pelo visto, essa alma já está condenada.

 Preso 

O ex-juiz do Trabalho Nicolau dos Santos Neto, o Lalau, foi levado na noite desta segunda-feira para a carceragem da Polícia Federal (PF), em São Paulo. Uma decisão do Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF3) cassou sua prisão domiciliar. Nicolau dos Santos Neto chegou à carceragem, segundo a PF, por volta de 20h30m.

Relembrando um pouquinho 

Para quem não sabe ou não lembra, Nicolau dos Santos Neto foi condenado por ter desviado cerca de R$ 170 milhões na construção da sede do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) de São Paulo durante o período em que presidiu aquela institutição.

Por aqui 

Aconteceu a mesma coisa e até hoje ninguém foi efetivamente punido. O dinheiro gasto na construção da sede do TRT de Rondônia daria para construir outros três prédios idênticos. Foi aberto um processo pelo Tribunal de Contas da União que até hoje vem lutando para tentar ressarcir parte desse dinheiro. O esquema envolvia a construtora Cota, da família de um ex-juiz do trabalho, magistrados do TRT e empresários do setor de construção civil. Lamentavelmente, por aqui as coisas não funcionam a contento.

Situação crítica 

O rio Madeira está parecendo o mar, tal a velocidade de suas águas atualmente. Com isso, as margens vem desbarrancando de forma assustadora, causando prejuízos nos dois lados. Interessante que os consórcios afirmam categoricamente que eles “nada têm a ver com essa situação”. Então tá. Acredita nisso quem quer. 

Compensações 

E deve ser aberta na Câmara de Vereadores uma comissão para investigar as tais compensações sociais que deveriam ter sido feitas pelos consórcios para Porto Velho e distritos. Os valores, segundo levantamentos preliminares, apontam superfaturamento em diversas obras, tanto na zuna urbana quanto rural. Vamos aguardar o resultado dessas investigações e quais as explicações dos diretores dos consórcios. 

Tirando da reta 

O vereador Jair Montes encaminhou ofício ao DNIT questionando se o elevado da Jatuarana, que está liberado para tráfego, corre o risco de desabar. Como resposta o órgão federal afirmou que “a manutenção e a segurança das obras cabe a empresa responsável”, ou seja, “se cair não é culpa nossa”. 

Falando em DNIT 

Eles ainda não repassaram as obras dos viadutos para a prefeitura, o que vem ocasionando mais demora em reiniciar os trabalhos. 

Paliativo 

A prefeitura bem que poderia fazer uma limpeza “paliativa” nas margens da BR 364. A situação está complicadíssima. Montanhas de cascalho nas laterais da pista, verdadeiras lagoas se formam, juntando peçonhas como mosquito causadores de dengue e malária e o mato que toma conta. Um cenário de abandono. 

Dengue 

E enquanto a prefeitura faz campanha emergencial para publicidade alertando sobre a importância de manter limpos os quintais, um terreno imenso, localizado bem atrás do CEMETRON virou um verdadeiro criadouro de mosquitos. Segundo informações não confirmadas a área pertencia ao empresário Mario Calixto que vendeu ao senador Acir Gurgacz. Seja lá quem for o dono, merece uma multa daquelas bem pesadas. Enquanto isso a população lota postos de saúde em busca de tratamento contra a doença. 

Fale conosco 

Contatos com a coluna podem ser feitos pelos telefones (69) 3225-9979 / 9209-0887, ou ainda pelo e-mail alan.alex@gmail.com. No Facebook.com/painel.politico, no Twitter.com/painelpolitico, Facebook.com/alan.alex.pvh ou ainda no www.painelpolitico.com. Caso queira entregar denúncias ou documentos, favor encaminhar para Avenida Abunã, 1345, Olaria, Porto Velho – RO aos cuidados de Alan Alex.  

Estudo relaciona calvície com risco de câncer da próstata 

A calvície foi associada com um risco maior de desenvolvimento de câncer de próstata entre os homens negros americanos, e o risco para o câncer no órgão em estágio avançado aumentou entre os mais jovens com certo tipo de calvície, de acordo com informações publicadas na revista “Cancer Epidemiology, Biomarkers & Prevention. - Demos foco nos negros americanos porque eles têm maior risco de desenvolver câncer de próstata que outros grupos nos Estados Unidos - disse Charnita Zeigler-Johnson, pesquisadora e professora do Centro de Epidemiologia Clínica e Bioestatísticas na Universidade da Pensilvânia, em Filadélfia. - Apesar de este grupo ter maior risco de um câncer de próstata, ainda não havia sido feito um estudo com foco na relação entre os calvos dentro deste corte populacional. Zeigler-Johnson e seus colegas identificaram 318 homens com câncer de próstata e 219 em um grupo para comparação, entre os participantes que se inscreveram entre 1998 e 2010. Todos eles eram afro-descendentes e tiveram diferentes graus de calvície. Eles obtiveram informações sobre o tipo de calvície (nenhuma, na testa ou topo da cabeça) e o histórico médico através de um outro questionário. Os investigadores encontraram calvos de qualquer tipo foram associados com um aumento de 69% do risco de câncer da próstata. Em particular, os negros americanos com calvície frontal e sem calvície no topo da cabeça (vértex) tinham mais do que duas vezes mais chances de terem sido diagnosticados com câncer de próstata em estágio avançado. Esta associação foi ainda mais forte entre os homens que foram diagnosticados com menos de 60 anos, com um aumento de seis vezes para o câncer em estágio avançado e quatro vezes para a forma mais agressiva. - Início precoce calvície pode ser um fator de risco para início precoce do câncer de próstata em homens negros americanos, especialmente os homens mais jovens - disse Ziegler-Johnson.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS