close

Empresa fará drenagem e DER terraplanagem do Residencial Orgulho do Madeira

Empresa fará drenagem e DER terraplanagem do Residencial Orgulho do Madeira

DA REDAÇÃO

25 de Fevereiro de 2015 às 14:32

Empresa fará drenagem e DER terraplanagem do Residencial Orgulho do Madeira

FOTO: (Divulgação)

Pelo menos 1.680 apartamentos do Residencial Orgulho do Madeira, no bairro Mariana, zona Leste de Porto Velho, estão prontos para ser entregues a famílias carentes beneficiadas pelos programas Morada Nova/Minha Casa Minha Vida, gerenciados em Rondônia pela Secretaria de Estado da Assistência Social (Seas).

A entrega dos imóveis depende do asfaltamento da rua de acesso ao residencial. A pavimentação de aproximadamente um quilômetro da rua Osvaldo Ribeiro foi acertado nessa terça-feira  (24) pela Direção do Departamento de Estradas de Rodagem e Transportes (DER) em reunião com representantes da Secretaria de Estado da Assistência Social (Seas) e da empresa Direcional, responsável pela construção.

Pelo acordo, a Direcional fará a drenagem com os insumos fornecidos pela prefeitura, enquanto o DER, conforme o diretor Lioberto Caetano, será responsável pela execução da terraplanagem e capa asfáltica. “Somos parceiros nas ações que o governo leva benefícios à população”, garantiu.

Israel Ribeiro, arquiteto representante da Direcional, disse que a empresa iniciará os trabalhos assim que a prefeitura fornecer a tubulação para a drenagem. A Secretaria Municipal de Obras (Semob) já adiantou que está com o material disponível.

Na ocasião, o adjunto da Seas, Márcio Felix, frisou que há comprometimento dos governos Federal, estadual e municipal para entregar os apartamentos com a rua de acesso asfaltada. Felix explicou que o Residencial Orgulho do Madeira tem quatro mil apartamentos, o que deve beneficiar cerca de 16 mil pessoas. O investimento é de R$ 240 milhões, numa parceria dos governos  Federal e estadual.

“Dos quatro mil apartamentos, 1.680 estão prontos, aguardando apenas o asfalto para a entrega, que na primeira etapa o governo beneficiará quase sete mil pessoas”, assegurou o adjunto da Seas.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS