close

Sindsaúde discute pauta de reivindicação com Governo

Sindsaúde discute pauta de reivindicação com Governo

DA REDAÇÃO

2 de Março de 2015 às 10:10

Sindsaúde discute pauta de reivindicação  com Governo

FOTO: (Divulgação)

O presidente do Sindsaúde, Caio Marin, reuniu-se na semana passada com os secretários de Estado do Planejamento - George Braga - , Saúde – Williames Pimentel -, e Casa Civil – Emerson Castro, para discutir a pauta de reivindicação da saúde para o ano de 2015.

A pauta prevê doze reivindicações que abrangem desde a revisão do PCCR, até a reposição salarial 2013/2014 e até a implantação das 30 horas semanais da enfermagem e das 24 horas do pessoal da Radiologia, além da implantação da insalubridade.

Segundo Caio Marin, alguns pontos avançaram, mas outros com certeza vão demandar tempo, já que depende da resolução de outros assuntos, com o é o caso da revisão do PCCR. “O Estado alega que está sem dinheiro para o Plano de Carreira e vai aguardar o desfecho da transposição”, disse.

De acordo com o presidente, o Sindsaúde manterá as discussões do PCCR junto à Mesa de Negociação Permanente (MENP) do Governo de Rondônia. Na ocasião, ele pediu uma reunião em separado com o secretário Pimentel e a direção do HB para discutir a readequação da carga horária dos diaristas do Hospital de Base.

RETROATIVO

Sobre o retroativo das progressões dos servidores a situação é a seguinte: os cálculos estão em fase de revisão. Tão logo estejam prontos, haverá uma reunião entre as secretarias envolvidas, mas a Secretaria de Finanças para discutir a forma de pagamento.

INSALUBRIDADE

O Governo do Estado acenou com a possibilidade de contratação de uma empresa para a elaboração dos laudos ou formar uma comissão de médicos do trabalho. As próximas reuniões irão definir qual o critério a ser utilizado.

TRANSPOSIÇÃO

A situação continua a mesma. O Sindicato já fez sua parte, inclusive na esfera judicial, cabendo agora ao Estado a cobrança junto à bancada federal, aproveitando que a maioria dos senadores e deputados federais são da Base Governista. O Ministério do Planejamento já formou sua comissão de técnicos para analisar os processos a partir deste mês. No próximo dia 11 de março, sindicalistas e bancas federais de Rondônia, Amapá e Roraima estarão reunidos em Brasília com representantes do Ministério do Planejamento.

AUXÍLIO SAÚDE

Outra cobrança feita pelo Sindsaúde ao Governo foi o aumento do auxílio-saúde para R$ 250 e implantação desse valor para os aposentados que tiveram o benefício retirado da folha de pagamento há vários anos. Segundo Caio, quando se aposenta é a época que o servidor mais precisa do Estado.

A próxima reunião acontece no sábado 7, na Casa Civil para debater todos os pontos divergentes da pauta.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS