close

Tapa-buracos é a prioridade, garante regionais de governo

Dia 23 de março. Esta é a data definida pelo Departamento de Estradas e Rodagens de Rondônia – DER para iniciar a operação “tapa-buraco” nas vias urbanas de Presidente Médici/RO.

DA REDAÇÃO

13 de Março de 2015 às 14:32

Tapa-buracos é a prioridade, garante regionais de governo

FOTO: (Divulgação)

Dia 23 de março. Esta é a data definida pelo Departamento de Estradas e Rodagens de Rondônia – DER para iniciar a operação “tapa-buraco” nas vias urbanas de Presidente Médici/RO. Nesta sexta-feira (13), coordenadores regionais do governo estadual apontaram quando, onde e como serão realizadas as obras. O cronograma foi deliberado em reunião com a prefeita Lurdinha do Sindicato (PT) e os vereadores Gilmar Moura, que é presidente da Câmara e Sargento Rubi, ambos do PMDB.

Conforme o diretor operacional Marcelo Burgel, que coordena as residências do DER no estado, o Município de Médici está entre as prioridades do órgão. O representante governamental atestou que o diretor-geral do departamento, Coronel Caetano, pretende entregar todas as obras iniciadas, inclusive as que já têm termo de cooperação firmado com as prefeituras, como é o caso de Médici. Na audiência, os participantes estimaram que todas as ruas e avenidas deverão ser recuperadas em até 40 dias.

Respondendo às ponderações apresentadas pelos parlamentares sobre a operacionalidade da execução, o secretário regional de governo, Romildo Pereira, afirmou que o DER fará um grande mutirão. Na prática, a operação em Médici envolverá homens do próprio município, que reforçarão as equipes de Ji-Paraná, Rolim de Moura, Alvorada e de Jaru. Já Burgel também frisou que dessa forma vários bairros receberão as obras ao mesmo tempo, o que garantirá agilidade e qualidade aos serviços.

Devido ao estado crítico em que determinados trechos não recebem manutenção há mais de dez anos, a prefeita Lurdinha ponderou aos técnicos que grande parte dos buracos carece de trabalho específico. Neste sentido o coordenador Burgel informou que, nesses casos, será utilizado material base com a devida compactação, para a aplicação da massa asfáltica. Outro quesito que exige gestão distinta é a execução do chamado pano, que deverá beneficiar trechos principiais da cidade.

A prefeita de Médici enfatizou aos dirigentes regionais do Governo que, “essa demanda não é de hoje e estamos esperando ansiosamente pela execução dessa obra. Para isso, a prefeitura fez aquisição dos materiais para a usinagem da massa asfáltica e do que for necessário para manter o nosso combinado de iniciar e concluir esse compromisso mútuo com o governo em benefício da nossa comunidade”. Lurdinha disse estar confiante e que sempre acreditou na parceria seria concretizada.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS