close

Três casos de microcefalia causados pelo virus da Zika são confirmados

Três casos de microcefalia causados pelo virus da Zika são confirmados

DA REDAÇÃO

22 de Abril de 2016 às 11:41

Três casos de microcefalia causados pelo virus da Zika são confirmados

FOTO: (Divulgação)

Rondônia possui três casos confirmados e investiga pelo menos mais quatro casos suspeitos de microcefalia causada pelo vírus Zika, segundo aponta o boletim epidemiológico do Ministério da Saúde divulgado na quarta-feira (20). Em todo o país, já são 1.168 casos confirmados e 3.741 sendo investigados. As notificações foram feitas até o dia 16 de abril. De acordo com dados da Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa), Rondônia possui 61 casos de Zika vírus.

Os dados do Ministério da Saúde mostram ainda que 2.241 casos em todo o Brasil foram descartados para microcefalia e outras alterações do sistema nervoso, sugestivas de infecção congênita. Ao todo, foram notificados 7.150 casos suspeitos desde o início das investigações, em outubro de 2015. Os dados do informe são enviados semanalmente pelas secretarias estaduais de saúde.

Em todos os estados e no Distrito Federal há suspeitas do casos, mas apenas no Acre, Roraima, Tocantins, Santa Catariana e São Paulo não foram confirmados nenhum caso da doença. Os 1.168 casos confirmados ocorreram em 428 municípios, localizados em 22 unidades da federação. Do total de casos de microcefalia confirmados, 192 tiveram resultado positivo para o Zika por critério laboratorial específico para o vírus.

No entanto, o Ministério da Saúde ressalta que esse dado não representa, adequadamente, a totalidade do número de casos relacionados ao vírus. Ou seja, a pasta considera que houve infecção pelo Zika na maior parte das mães que tiveram bebês com diagnóstico final de microcefalia.Até o dia 16 de abril, foram registrados 240 óbitos suspeitos de microcefalia e/ou alteração do sistema nervoso central após o parto ou durante a gestação (abortamento ou natimorto). Destes, 51 foram confirmados para microcefalia e/ou alteração do sistema nervoso central. Outros 165 continuam em investigação e 30 foram descartados

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS