close

ASFALTO “Prefeitura não deve nada à usina e caçambeiro”, afirma servidor da SEMOB

O problema, segundo ele, seria um mal entendido entre a empresa que fornece asfalto e o dono das caçambas (particulares)

RONDONIAOVIVO

11 de Junho de 2019 às 16:27

ASFALTO  “Prefeitura não deve nada à usina e caçambeiro”, afirma servidor da SEMOB

FOTO: (Divulgação)

A Secretaria Municipal de Obras – SEMOB, através do gerente de pavimentação, Kerly Gomes, se manifestou, nesta terça-feira(11), sobre a confusão gerada na última sexta-feira (7) após a entrada da usina, que fornece massa asfáltica à prefeitura, ter sido bloqueada em um protesto realizado por um caçambeiro que exigia o pagamento, segundo ele, de um transporte realizado ainda no ano de 2017 para o distritos capital.

 

De acordo com Kerly Gomes, a Prefeitura de Porto Velho não tem nada a ver com essa situação, uma vez que todos os produtos e serviços relativos ao asfalto utilizados pela municipalidade estão devidamente pagos e com seus contratos de serviços em dia. O problema, segundo ele, seria um mal entendido entre a empresa que fornece asfalto e o dono das caçambas.

 

Nós pagamos rigorosamente em dia a empresa responsável pelo fornecimento da massa asfáltica, que é a Urberner. Então a prefeitura não deve um centavo, nem a caçambeiros particulares e nem a empresa que fornece a massa para nós. Estamos trabalhando com massa asfáltica fornecida pela empresa e se estivéssemos devendo, não iriam fornecer asfalto para nós”, afirmou Kerly.

 

Um Boletim de Ocorrência foi registrado na 2º Delegacia de Polícia Civil de Porto Velho pelo funcionário da Urbener, empresa  que teve sua entrada bloqueada. De acordo com o registro policial, neste dia, havia um compromisso de entregar ao executivo municipal um total de 450 toneladas de massa asfáltica, sendo que apenas 80 toneladas puderam ser entregues em decorrência do bloqueio da empresa.

 

O caso segue sob responsabilidade das autoridades competentes.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS