close

ESTRUTURAS: Sesi e Senai investem em melhorias de suas escolas na capital e interior

A Fiero juntamente com as casas Sesi e Senai visam ofertar à sociedade melhor atendimento de suas demandas com ações educacionais, profissionais e de saúde voltadas ao trabalhador

ASSESSORIA

23 de Agosto de 2019 às 07:43

ESTRUTURAS: Sesi e Senai investem em melhorias de suas escolas na capital e interior

FOTO: (ASSESSORIA)

Modernização e inovação caminham juntos quando se fala em Sesi e Senai, cujas escolas em Rondônia estão passando por mudanças e melhorias estruturais, através de investimentos capitaneado pela Federação das Indústrias de Rondônia (Fiero) através da Confederação Nacional da Indústria (CNI) que disponibilizou cerca de 25 milhões de reais para as escolas e também para investir nos atendimentos voltados à saúde do trabalhador da indústria.

 

A Fiero juntamente com as casas Sesi e Senai visam ofertar à sociedade melhor atendimento de suas demandas com ações educacionais, profissionais e de saúde voltadas ao trabalhador. “Estamos com várias ações em Rondônia visando a modernização dos nossos equipamentos, melhorias estruturais e consequentemente, a melhoria do atendimento e dos serviços ofertados”, disse o superintendente do Sesi-IEL e diretor regional do Senai-RO, Alex Santiago.

 

Santiago destaca que em saúde, o investimento foi de R$ 282 mil na modernização do Sesi Saúde de Porto Velho. “Fizemos um reestudo de layout, no sentido de oferecer mais mobilidade interna e conforto, troca de ar condicionado, inclusive trazendo equipamentos de ponta para que o trabalhador da indústria e dependentes possam ter um atendimento de acordo com o que existe de mais moderno no mercado. Levaremos o mesmo conceito também para outras localidades de Rondônia onde atendemos. Quanto às ações móveis, a ideia é reformar unidades de atendimento odontológico, audiometria, dentre outras, que a rigor vai trazer mais conforto e qualidade de vida para o trabalhador”, pontua.

 

 

 

 

Na área da educação, no Sesi-Senai de Cacoal, segundo o diretor Santiago, houve investimento de um milhão e 250 mil reais na construção da nova quadra esportiva, em fase de acabamento. Reformas também estão previstas para a Escola Sesi-Senai-IEL Lagoa, em Porto Velho. Cerca de R$ 425 mil foram destinados para melhorias de salas de aula da escola Sesi-Senai de Vilhena. Melhorias também estão em andamento no Senai de Ji-Paraná, com investimento em torno R$ 325 Mil. Todas as escolas Sesi-Senai receberam um moderno espaço Maker e todo esse investimento, em torno de R$ 120 mil, contempla ainda um novo e moderno visual.

 

É um conjunto de investimentos”, afirma o diretor do Senai, “que visa melhorar a eficiência e eficácia das nossas ações, tanto de educação como de atendimento à saúde do trabalhador do nosso estado. É a Fiero trabalhando para oferecer à sociedade o que há de melhor dentro das nossas competências”, explica.

 

Santiago lembra que a inovação é um ponto estratégico para Sesi e Senai, que buscam estar sempre atualizados para atender as demandas da indústria e do mercado de trabalho. Para ele, melhores condições estruturais trazem melhorias significativas para os alunos, futuros profissionais que Sesi e Senai entregarão ao mercado, profissionais com enorme diferencial por terem sido formados por duas instituições consideradas referências em ensino de qualidade.

 

 

 

 

O presidente da Fiero, Marcelo Thomé ressalta que as melhorias são fundamentais e vão agregar benefícios para alunos, professores, ofertando mais espaço e conforto, que certamente vai influir no melhor desempenho de todos, daqueles que ensinam e aqueles que aprendem. Isso vale para a educação básica e para a educação profissional. “Educação é um investimento a longo prazo e uma alavanca para o desenvolvimento do estado”, comenta.

 

Thomé defende a importância de sempre investir para que as ações de melhorias sejam contínuas. “A Fiero, através do Sesi e Senai, desta forma, continuará prestando o que existe de melhor em atendimento em educação, saúde e segurança para o trabalhador rondoniense”, finaliza.

 

 

 

 

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS