close

NOTA: Assincra repudia ação de afastamento de superintendente

Confira a nota na íntegra

ASSESSORIA

14 de Novembro de 2019 às 16:55

NOTA: Assincra repudia ação de afastamento de superintendente

FOTO: (Divulgação)

Associação de Servidores do Incra em Rondônia - ASSINCRA, vem a público se manifestar, ao tempo em que REPUDIA COM VEEMÊNCIA a ação realizada  no dia 07 de novembro de 2019, quando 03 (três) Corregedores Federais, escoltados por 08 (oito) agentes da Polícia Federal, adentraram o Gabinete da Superintendência do INCRA para promover o afastamento do servidor Erasmo Tenório da Silva, até então, Superintendente Regional Substituto.

 

Segundo prova em contrário, consta que o referido servidor responde a Processo Administrativo Disciplinar. Ora, reza a lei maior, a Constituição Federal Pátria, que todos são  considerados inocentes até o trânsito em julgado. Afastar, para facilitar investigações, tudo bem, está previsto na lei. Agora, da forma como procederam o afastamento do servidor, utilizando-se de  forte aparato de segurança, como se o mesmo se tratasse de elemento muito perigoso, entendemos, nem de longe se afigurar o caso, pois Erasmo é servidor de carreira do órgão, gozando de credibilidade e boa amizade, não constando, até então, qualquer ato irregular que venha a desabonar sua conduta pessoal no tocante a qualquer ilegalidade ou periculosidade.

 

A requisição, por quem de direito, de um forte aparato policial para a efetivação do afastamento do servidor, entendemos se constituir, no mínimo, de um impacto exacerbado, pirotécnico e, indubitavelmente desnecessário para com o superintendente afastado, julgado precipitadamente, o que provoca sofrimento junto ao seio familiar e à sociedade como um todo, com grande constrangimento moral.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS