close

TRISTE FIM: Peças abandonadas da Madeira Mamoré são vendidas como sucata

No local, o repórter fez imagens, onde aparecem montes de ferro amontoados e prontos para serem transportados

DA REDAÇÃO

25 de Janeiro de 2020 às 11:50

TRISTE FIM: Peças abandonadas da Madeira Mamoré são vendidas como sucata

FOTO: (Divulgação)

Parte do patrimônio histórico da Estrada de Ferro Madeira-Mamoré está, literalmente, entrando no maçarico. Uma denúncia chegou ao repórter William Ferreira Homem do Tempo, de que estão cortando partes das locomotivas e vagões abandonados ao longo do trecho da antiga ferrovia, na região do Santo Antônio, em Porto Velho, para serem vendidas para ferro velhos. O valor arrecadado será usado para a compra de dormentes.

 

A autorização para que as peças históricas da ferrovia sejam retiradas foi dada através de um acordo entre a Fundação Cultural, Iphan e Associação dos Ferroviários da Estrada de Ferro Madeira Mamoré.

 

No local, o repórter fez imagens, onde aparecem montes de ferro amontoados e prontos para serem transportados.

 

 

 

O que se percebe é que a Estrada de Ferro Madeira Mamoré, um dos marcos mais importantes da história e da engenharia na Amazônia brasileira, e que já serviu de inspiração até para a dramaturgia nacional, com a minissérie global ‘Mad Maria’, mas nem todo esse valor histórico e cultural é o suficiente para que o espaço seja tratado da forma como merece.

 

O outro lado

 

A reportagem entrou em contato com representantes da Associação dos ex-Ferroviário, entidade que está à frente do projeto de revitalização de parte dos trilhos da Estrada de Ferro Madeira Mamoré, que afirmaram que todas essas peças fazem parte de uma lista levantada pelo IPHAN que constatou peças consideradas como inservíveis, sem qualquer chance de restauração ou reutilização.

 

 

Todo o dinheiro somado com a venda desse material já considerado como sucata será revertido para a compra de dormentes e outras peças para acelerar o andamento da revitalização da Estrada de Ferro. Segundo eles, esses materiais que já estão perdidos continuarão a sua saga na EFMM  através dessa ação.

 

Confira vídeo:

 

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS