close

GRADUAÇÃO: De geração para geração, a Uniron contribuindo para a realização de sonhos

Mãe e filha estudaram na mesma Instituição de Ensino e conquistaram diploma de graduação

ASSESSORIA

19 de Fevereiro de 2020 às 09:16

GRADUAÇÃO: De geração para geração, a Uniron contribuindo para a realização de sonhos

FOTO: (ASSESSORIA)

De geração para geração, foi assim entre a mãe Neuza Miguel de Oliveira, de 55 anos, e a filha Thaís Oliveira Nascimento, de 24 anos, conquistaram seu diploma de graduação na Faculdade Uniron. A filha, acredita que a história de sua mãe se repetiu com ela, pois ambas superaram dificuldades com muita garra e persistência, para que no final pudessem realizar o sonho de se formar.

 

Neuza, que é natural de Barra de São Francisco (ES), ingressou no curso de Administração de Empresas da Uniron, no ano de 2005. Ela conta que às vezes levava sua filha Thaís, que na época era criança, junto para a instituição e, a deixava com outras pessoas que acabavam cuidando da menina. Sua rotina era sempre sair do trabalho, ir para a casa, depois pegar o primeiro ônibus e em seguida mais um até à Faculdade, que na época, localizava-se em outra região da cidade.

 

Além da exaustiva rotina diária, outros impasses pelo caminho fizeram com que tivesse que trancar o curso e quase desistir de continua-lo. “O motivo que tranquei foi quando cuidei da minha filha, que teve uma doença causada pelo sistema emocional. Outra questão minha, foi a financeira, que logo quando resolvi, voltei a cursar”, conta a administradora de empresas.

 

Já Thaís, que é natural de Porto Velho, iniciou o curso de Direito no ano de 2014, também na Uniron. Quando estava no 2º período, aconteceu o nascimento de seu filho, assim, ela decidiu parar por um ano a fim de curtir a experiência de ser mãe pela primeira vez. Para ela, a inspiração que encontrou na mãe a fez garantir a força e a animação em se formar na Faculdade.

 

Além disso, para a jovem, o sentimento de ter feito parte da instituição antes mesmo de iniciar a sua graduação e posteriormente ao concluir o curso dos seus sonhos, é de gratidão. "Aqui dentro, eu encontrei professores que vou levar para o resto da vida. Não foram só pelos ensinos acadêmicos, pois, eles são humanos, e estão ali não só para ensinar. São profissionais que viveram também a nossa dor, por isso, foi amor, gratidão e companheirismo que encontrei na Uniron", se expressa Thaís.

 

Nesse sentido, a formação acadêmica vem contribuindo na realização dos sonhos de Neuza e de sua filha e, sendo, a Instituição de Ensino um fator importante para se adquirir um futuro de excelência na vida das pessoas. Uma conquista, adquirida por elas, durante estes anos de estudos na Uniron.

 

 

Thaís e Neuza acreditam que a educação superior é um fator importante para construir um futuro melhor

 

 

 

Segundo Neuza, que trabalha atualmente como servidora pública, o futuro dos jovens e das pessoas que optam pelo ensino superior, necessitam inteiramente do apoio dos governantes. "O estudo ninguém tira, ninguém toma. Sempre eu digo para ela, você tem que correr e lutar. E a minha filha foi criada para ser uma pessoa assim, honesta, ética, dedicada e que luta pelos seus objetivos”, comenta a administradora de empresas.

 

E com esses ensinamentos, que sua filha Thaís não perdeu tempo e já decidiu que continuará a estudar ainda este ano, fazendo a Pós-graduação em Tribunal do Júri, na Faculdade Uniron. Para a nova Bacharel em Direito, que hoje atua como servidora pública no município de Porto Velho, essa nova etapa de estudo lhe dará frutos para a realização de outra conquista que tanto espera. "O passo importante agora é realizar o meu sonho de ser delegada, vou ter que me preparar logo mais para um concurso público e alcançar mais este sonho", explica entusiasmada.

 

Do mesmo modo, Neuza, garante que não quer parar tão cedo de estudar, tal atitude que estimula ainda mais a sua filha. A administradora de empresas, conta que sua determinação vem de uma forma especial dos seus familiares que não tiveram a oportunidade de concluírem os seus estudos, mas lhe deram força e coragem para que se chegasse a realização de seu sonho. Além da formação universitária, ela tem o desejo de criar uma empresa de estética na cidade, com intuito que contribuir com a saúde das pessoas.

 

Para a Doutora Thaís, que quer estar ao lado das decisões da mãe e ensinar os mesmos caminhos a seu filho, deseja aos jovens que não desistam dos seus sonhos. "Muita gente pensa em fazer um curso superior pela questão de ter dinheiro, porém não é só isso, a gente tem que fazer por amor, pois assim dará certo. A minha geração tem que sair da zona de conforto, não ganhamos nada desse jeito, só ganhamos saindo dela", se expressa ao motivar outros jovens.

 

No mesmo sentido, Neuza, que é filha, mãe e avó ao mesmo tempo, acredita que a idade e filhos não podem serem vistos como barreiras, porém, como um impulso para se chegar aos sonhos desejados. Ela deixa assim, uma mensagem de apoio a essas pessoas: "Tanto a jovem que é mãe, que começou um dia a faculdade, o seu filho não é motivo de desistência de um curso, e sim a razão para continuar buscando e não parar de estudar. Quanto uma senhora de idade, que tem a vontade de realizar um sonho de se formar, nunca é tarde para começar", comenta Neuza de Oliveira, aos 55 anos.

 

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS