close

GRAVE: Motociclista tem parte da perna arrancada ao colidir contra reboque

Devido à gravidade, ele foi transferido para a unidade pública de pronto-socorro da cidade de Ji-Paraná

GAZETA CENTRAL

6 de Setembro de 2019 às 09:11

GRAVE: Motociclista tem parte da perna arrancada ao colidir contra reboque

FOTO: (Divulgação)

A Polícia Militar registrou, na tarde desta quarta-feira (4), um grave acidade em que um motociclista teve parte de uma das pernas amputada após colidir na traseira de um reboque com um barco que era puxado por um automóvel. O fato aconteceu na altura do km 29 da RO-470, conhecida por linha 81, zona rural do município de Nova União.

 

De acordo com a polícia, eles foram acionados e ao chegarem ao local se depararam com o agricultor Moizes Soares de Souza, 49 anos, caído ao solo com parte de uma das pernas amputada. De imediato, uma ambulância socorreu a vítima até o Hospital Municipal de Nova União. Devido à gravidade, ele foi transferido para a unidade pública de pronto-socorro da cidade de Ji-Paraná.

 

Ainda segundo a polícia, as informações preliminares puderam constatar que a vítima seguia sentido a BR 364 em uma motocicleta Honda CG 150 Fan, preta, placa NCX-5688 (Machadinho do Oeste – RO), e que provavelmente teria colidido na traseira de um reboque que transportava um barco puxado por um automóvel Volkswagen Fox, de cor vermelha, placa NDR-6941 (Ariquemes-RO).

 

Foi constatado que o condutor e o automóvel não estavam no local do acidente, porém uma guarnição da Polícia Militar de Ouro Preto do Oeste informou que havia abordado o referido condutor no km 04 da RO-470, linha 81. E ao ser questionado, o mesmo relatou que teria ocorrido um acidente. Disse que estava atrás de socorro e durante o trajeto tentou ligar por várias vezes para o 190. Quando conseguiu, informou ao policial sobre o acidente.

 

O condutor do Fox foi até a Unidade Integrada de Segurança Pública (Unisp) de Ouro Preto do Oeste onde, após ser ouvido, foi liberado. A motocicleta foi liberada para um amigo da vítima, por falta de meios para ser transportada ao pátio da Ciretran de Nova União.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS