Pitbull e mais 3 detentos do PB-1 foram transferidos para Rondônia - Rondoniaovivo.com - NOVO TELEFONE: (69) 3229-8673 Anderson Pitbull foi transferido para o Presídio de Segurança Máxima de Porto Velho, em Rondônia

Anterior

29/03/2010

Anterior

Próxima

29/03/2010

Próxima
Página Inicial
Rondônia ,
Twitter Rondoniaovivo.com YouTube Rondoniaovivo.com Facebook Rondoniaovivo.com Rss Rondoniaovivo.com

Pitbull e mais 3 detentos do PB-1 foram transferidos para Rondônia

Segunda-Feira, 29 de Março de 2010 / 13:53

Darcton Lima do Carmo, o “Anderson Pitbull” estava no Presídio de Segurança Máxima PB-1 e foi para Rondônia juntamente com Thanner Yabesch Asfora (Tande Asfora); Francisco Soares Padilha Neto (Padilha); Gino de Souza Nazário; Heliomar da Costa Cruz (Sargento Leomar) e Genildo Fábio Crispim (Pinino) e do Presídio do Roger, Edvan Pedro dos Santos e Aldenir Cirino de Sá.
 
A transferência dos presos aconteceu no mais absoluto sigilo no último dia 12, determinada pelo juiz Marcos Aurélio Jatobá, que estava respondendo pela Vara das Execuções Criminais da Capital, em atendimento a solicitação do delegado da Polícia Federal Gustavo Alexandre Alencar.
Considerados de alta periculosidade e apontados como responsáveis pelo tráfico de drogas em João Pessoa e também por várias execuções.
 
Conheça o grau de periculosidade e alguns dos detentos transferidos:
Darcton Lima do Carmo, o “Anderson Pitbull”, de 29 anos: assaltante, latrocida, traficante. Ele é apontado como o homem que mandou matar uma família que fazia oposição a ele no tráfico de droga.
 
Francisco Soares Padilha Neto, o “Padilha”, 33 anos: latrocida, participou de uma tentativa de fuga e tiroteio com policiais militares no antigo presídio de Segurança Máxima “Criminalista Geraldo Gomes Beltrão”, em João Pessoa.
 
Genildo Fábio Crispim (Pinino), 22 anos: assaltante, traficante e também apontado como autor de vários homicídios na Capital paraibana.
 
Thaner Yasbech Asfora, 31 anos: traficante e acusado de envolvimento com o tráfico de drogas e seria um dos fundadores de um grupo de extermínio na Paraíba.

Fonte: WSCOM Online

3 Comentários Comentar Notícia

  • Paulo30/03/2010 - Porto Velho

    Acho muito estranho esta transferência, o prisídio que foi construido em nosso Estado foi justamente para atender as necessidade deste Estado, até porque o nosso Estado estava prestes a uma intervenção Federal por motivo de super lotação e de estar acontecendo várias rebeliões em nosso Estado, inclusive chassinas, o Governo atual reclama que não não verba, deixa as greves acontecer, fico sem entender, quem é que vai custear estas despesas??, não posso acrditar que foi desafogado o prisidio URSO BRANCO, presumo eu e acredito que é mais uma manobra politica em meio de justificar despesas para preito politico de campanha, até porque não sabemos quanto custa a transferência de presos de um Estado para outro, mas tenho certeza que não fica barato e isso tem sair do bolso de alguem, atenção Ministério Público Fedral, atenção Tribunal de Conta da União....

  • daniela30/03/2010 - porto velho RO

    só vem coisa "boa" pra porto velho, ja não chega os nossos preciosos? ainda tem que mandar esses catrefes pra ca. rondonia arrumou foi pra cabeça com esse presidio aqui.

  • neném29/03/2010 - pvh/ro

    NOSSAAAAAAAAAAA SÓ GENTE BOA,PQ TUDO QUE NÃO PRESTA MANDAM PRO NOSSO ESTADO?KKKKKKKKKKKKKKKK

Últimas Notícias

Veja Mais

Publicidades