close
logorovivo2

Acre - Camionete do governo atropela e mata índia de oito anos

Acre - Camionete do governo atropela e mata índia de oito anos

DA REDAÇÃO

2 de Junho de 2007 às 06:17

Acre - Camionete do governo atropela e mata índia de oito anos

FOTO: (Divulgação)

*Era 7h50 de quinta-feira quando a estudante Rayane da Silva Kaxinawa, de apenas oito anos, foi atropelada por uma S-10 MZS-1495 da Secretaria Estadual da Juventude do Acre (Seja) conduzida por Helenilton Santos de Freitas, morador da Rua Rio Grande do Sul, bairro Aeroporto Velho. A vítima teve morte instantânea. *Rayane estudava na Escola Francisco Bacurau e atravessava a rua nas proximidades da Ciclofarma, quando foi colhida pela caminhonete oficial. Ao perceber a tragédia, Helenilton desceu da S-10 para prestar socorro a criança, mas, na hora um policial da Companhia de Trânsito da PM (Ciatran), que passava pelo local, deu voz de prisão em flagrante ao rapaz e o conduziu à Central de Polícia. *Conforme declarações do motorista, ele seguia em direção ao bairro Calafate e o acidente ocorreu no ato em que Rayane Kaxinawa avançou a pista por trás de um carro que trafegava sentido bairro/Centro. Helenilton disse que, pelas circunstâncias, não deu para desviar da estudante mesmo tendo freado bruscamente. O rapaz foi submetido ao exame bafométrico que negativou existência de álcool em seu organismo. *Segundo o gerente da Seja, Giordano Camelo, todas as medidas necessárias foram adotadas pela entidade. "A secretaria e a família do Helenilton atuaram em conjunto com a direção da Escola Francisco Bacurau, para dar provimento às despesas fúnebres, além de outras providências de proteção cabíveis à família da vítima", frisou. *Os Kaxinawa, identificados também como Cachinauá, Caxinaua, Cashinawa, localizam-se nos leitos altos dos rios Purus e Juruá e seus afluentes na fronteira Peru-Brasil. As aldeias Kaxinawa no Peru encontram-se nas margens dos rios Juruá, Curanja e Embira, departamento do Ucayali. *No Brasil, os Kaxinawa habitam as regiões dos rios Tarauacá, Jordão, Breu, Muru, Envira, Humaitá e Purus, no estado do Acre. Porém, muitos descendentes da tribo estão morando nos centros urbanos, alguns por questões de saúde e outros na busca de melhor qualidade de ensino.
*Aos leitores, ler com atenção*

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS