close
logorovivo2

Internauta rondoniense vai parar na delegacia após comentário no Facebook

Internauta rondoniense vai parar na delegacia após comentário no Facebook

DA REDAÇÃO

25 de Abril de 2012 às 11:49

Internauta rondoniense vai parar na delegacia após comentário no Facebook

FOTO: (Divulgação)

Um comentário feito no Facebook levou um homem à delegacia para prestar esclarecimentos, em Ouro Preto do Oeste. Em sua postagem, o jovem acusou a vítima de um assalto, policiais militares, civis e até a perícia técnica de forjar a cena de um crime, onde um assaltante foi morto na noite do último sábado (21) em frente a um apartamento na avenida Capitão Sílvio Gonçalves de Farias.
Apesar de testemunhas comprovarem a versão da vítima do assalto, o internauta André Luis Assunção afirmou, por meio da rede social, ter presenciado a ação que levou à morte do assaltante. Em seu post (confira abaixo), ele acusa os policiais de terem plantado a arma e as placas falsas, que seriam usadas pela dupla de ladrões no veículo roubado.
Segundo o delegado, Marcos Vinícius, o acusado responderá pelo crime de calúnia. “O rapaz fez as acusações através de seu perfil no Facebook, agora caberá a ele comprovar todas as alegações postadas. Ele colocou em cheque toda a atuação das polícias, militar e civil, da vítima e até da perícia técnica, que esteve no local. Ele prestará esclarecimentos, será liberado, mas responderá pelo crime de calúnia”, explicou o delegado.
Tentativa de assalto
Na noite do último sábado (21), dois assaltantes entraram em um apartamento, localizado na avenida Capitão Sílvio para roubar um veículo. Na ação, um dos criminosos foi baleado pelo morador do local. O proprietário do automóvel, que é sargento da Polícia Militar, estava sob a mira dos bandidos e conseguiu efetuar disparos, dispersando os criminosos. Um deles foi alvejado.

O assaltante morto era menor de idade, 15 anos, e possuía diversas passagens pela polícia. Dentre os crimes, ele seria o principal suspeito de matar um policial militar em dezembro de 2011, em Ariquemes.

*Aos leitores, ler com atenção*

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS