close

ATUALIZADA: Tiroteio perto de faculdade durante ação do Denarc para prender traficantes

De acordo com informações, os investigadores do Denarc tomaram conhecimento de que o suspeito ia fazer uma entrega de drogas nas proximidades da faculdade

RONDONIAOVIVO

21 de Agosto de 2019 às 16:51

ATUALIZADA: Tiroteio perto de faculdade durante ação do Denarc para prender traficantes

FOTO: (Richard Nunes/Rondoniaovivo)

O tiroteio foi registrado na tarde desta quarta-feira (21) durante uma ação de combate ao tráfico de drogas realizada por policiais civis do Departamento de Narcóticos - Denarc, nas proximidades de uma faculdade particular no bairro Areal, região Central de Porto Velho (RO). O  apenado monitorado por tornozeleira eletrônica Diego A. S., 25, e o irmão dele Eder Felipe A., 21, foram presos.

 

De acordo com informações, os investigadores do Denarc tomaram conhecimento de que os suspeitos ia fazer uma entrega de drogas nas proximidades da faculdade.

 

Os investigados estavam em um automóvel modelo Gol, não acatou voz de parada e ainda teriam jogado o carro contra a viatura da polícia.

 

Os agentes do Denarc tiveram que efetuar disparos nos pneus do veículo Gol, razão que fez o suspeito que dirigia perder o controle da direção e bater em uma placa de sinalização.

 

Em seguida, eles saíram correndo pulando muros de residências, mas foram pegos com o apoio de reforço policial.

 

 Na residência deles os policiais encontraram droga e uma arma calibre 380 municiada. Preso, a dupla à disposição da Justiça.

ATUALIZADA: Tiroteio perto de faculdade durante ação do Denarc para prender traficantes
ATUALIZADA: Tiroteio perto de faculdade durante ação do Denarc para prender traficantes
ATUALIZADA: Tiroteio perto de faculdade durante ação do Denarc para prender traficantes
ATUALIZADA: Tiroteio perto de faculdade durante ação do Denarc para prender traficantes
ATUALIZADA: Tiroteio perto de faculdade durante ação do Denarc para prender traficantes
*Aos leitores, ler com atenção*

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS