close

ALTA PERICULOSIDADE: Polícia tenta prender membro de facção autor de vários homicídios

Segundo a polícia, o acusado fugiu em maio do presídio Milton Soares de Carvalho - 470, na capital (RO) e após isso já teria cometido ao menos três homicídios

RONDONIAOVIVO

2 de Setembro de 2019 às 14:13

ALTA PERICULOSIDADE: Polícia tenta prender membro de facção autor de vários homicídios

FOTO: (Divulgação)

Agente da Delegacia Especializada em Crimes Contra a Vida (DECCV) estão em uma intensa caçada para tentar prender o foragido de alta periculosidade, Marcelo Brito Sales, vulgo "Marcelo Bate- Estacas". 

 

Segundo a polícia, o acusado fugiu em maio do presídio Milton Soares de Carvalho - 470, na capital (RO) e após isso já teria cometido ao menos três homicídios, um latrocínio, tripla tentativa de homicídio, sendo que uma das vítimas foi uma criança. 

 

VEJA MAIS

 

NÃO RESISTIU: Morre jovem atacado a tiros por ocupante de Saveiro na capital 

 

ATAQUE: Atiradores se dizem policiais e deixam criança e tio baleados em bar

 

CRIVADO DE BALAS: Homem é executado com vários tiros na região Central de Porto Velho

 

EXECUÇÃO: Polícia identifica homem morto com tiro na nuca após ser perseguido por carro

 

De acordo com as investigações da polícia, sob o comando da delegada Leisaloma Carvalho Resem, Marcelo faz parte de uma facção criminosa e também possui seis mandados de prisão por homicídio e outros crimes na cidade de Manaus (AM).

 

Em Porto Velho, ele continuou a praticar crimes, foi preso, mas fugiu no mês de maio do presídio 470. Marcelo é considerado de alta periculosidade e em todos os crimes cometidos utiliza pistolas de uso restrito das forças policiais. 

 

As investigações apontam que no mês de julho deste ano ele teria matado a tiros o jovem Jeferson Cassiano Pantoja Rodrigues 19, no bairro Aponiã.

 

"Bate-estacas" teria também participação na morte de um homem no bairro Nova Floresta, de outro no bairro Areal e uma tripla tentativa de homicídio ocorrida em frente a um bar no bairro Cai N' Água, região Central da capital. Todos os crimes aconteceram recentemente.

 

Agentes da Delegacia de Homicídios já fizeram duas operações para tentar prender Marcelo, porém, sem êxito. Em redes sociais Marcelo inclusive fez publicações nas quais aparece portando pistolas e uma metralhadora. Quem souber de informações sobre o paradeiro do foragido poderá denunciar de forma anônima nos números 0800 285 8821, 190 e 197 da Polícia Civil que a sua identidade será preservada.

 

Confira fotos do foragido:

 

 

*Aos leitores, ler com atenção*

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS