close

Associações militares se unem contra ADI do Governo

Associações militares se unem contra ADI do Governo

DA REDAÇÃO

18 de Janeiro de 2014 às 11:04

Associações militares se unem contra ADI do Governo

FOTO: (Divulgação)

As Associações da Policia e Bombeiro Militar, vem á público informar sobre o ato expugnável que o Governo do Estado desferiu contra todos os policiais e bombeiros e seus familiares.

No mês de janeiro de 2014 foi protocolada uma ação judicial (ADI 5084), que retira vários direitos e garantias que há mais de décadas pertencem à classe.

Entre os prejuízos que o governo quer causar aos direitos e garantias dos PM/BM, estão:

- Redução de salários;

- Aumento do tempo para se aposentar;

- Retirada de benefícios dos aposentados e pensionistas da classe.

Contudo, a classe PM/BM não quer acreditar que essa ação desrespeitosa tenha sido dado pelo governador Confúcio Moura, que busca uma possível reeleição, mas que possa ser de alguma mente perversa, que anda conspirando contra o seu governo.

Certos que o governo do Estado deve reconhecer o excelente trabalho que os Policiais e Bombeiros vêm exercendo em defesa da Sociedade Rondoniense.

Ultimamente a ação briosa dos policiais vem sendo reconhecida de forma impactante pela sociedade rondoniense, e recentemente uma nota pública feita pelo Tribunal de Justiça, Ministério Público, Assembleia Legislativa, exaltou ainda mais o trabalho desempenhado por estes profissionais da segurança, onde numa ação de grande repercussão, pôs fim a quadrilha de assaltantes que aterrorizavam no Estado.

O fato é que a policia está em todos os lugares possíveis, prova essa, quando de forma destacada assumiu a segurança dos presídios em todo Estado, durante a greve dos agentes penitenciários.

Atuou também de forma louvável na manutenção da segurança durante a realização do movimento Nacional “Vem pra Rua”. Movimento este que arrastou multidões por todo Brasil, inclusive dentro do Estado.

Associações relutam à possibilidade do governador Confúcio estar realmente à frente dessa traição contra os PM/BM, já não bastasse todos os movimentos e greves enfrentadas por esse governo, a certeza de uma manipulação é muito evidente. Contudo, não é possível para as associações um governo pleitear reeleição com tantos desmandos e injustiças!

As associações de pm/bm, e seus familiares, unidos pelo bem maior, direitos e garantias, requerem com a máxima urgência a desistência dessa covarde ação judicial (adi 5084), todavia o prejuízo aos salários e carreiras dos militares estaduais poderá ser irreparável, atingindo toda a sociedade rondoniense”.

ASSFAPOM - ASPRA - ASOF

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS