close
logorovivo2

CORDEL: MPF faz campanha nas redes sociais para evitar uso de religião nas campanhas eleitorais

Literatura de cordel foi usada para alertar candidatos

FOLHA DO SUL ONLINE

21 de Agosto de 2018 às 15:07

CORDEL: MPF faz campanha nas redes sociais para evitar uso de religião nas campanhas eleitorais

FOTO: (Folha do Sul Online)

Numa eleição marcada por forte presença de lideranças religiosas e fiéis de diferentes denominações, uma campanha do MPF tenta tirar Deus dos palanques em Rondônia.



Uma peça contendo duas estrofes de literatura de cordel alerta: usar a fé para fazer campanha política é ilegal e a prática será combatida pelo órgão, que disponibilizou até um canal para receber denúncias sobre possíveis casos de proselitismo eleitoral.



Na campanha deste ano no Estado, diversos pastores concorrem usando o cargo religioso. Um ex-padre também continua utilizando a função em campanha.



Veja abaixo os versos da campanha do MPF e acesse o site criado para receber as denúncias: 

 


Se tem campanha na igreja
O candidato está errado
Seja na missa ou no culto
Está mal-intencionado
Aquele que pede seu voto
Em um momento sagrado



Campanha também não pode 
Se for na televisão
Ou no programa de rádio
Da sua religião
Porque não se usa a fé
Pra ganhar uma eleição

 


Misturar eleição com fé é errado. Quem usa templos e igrejas para pedir votos não merece sua confiança. Fique de olho! Se suspeitar de algo errado na eleição, fale com o Ministério Público Eleitoral. Procure o promotor de Justiça do seu município ou use o canal de denúncias clicando aqui.


 

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS