close

ESPAÇO ABERTO: Saúde na UTI e dinheiro jogado fora em obras abandonadas

Confira a coluna

RONDONIAOVIVO

23 de Abril de 2019 às 08:43

ESPAÇO ABERTO: Saúde na UTI e dinheiro jogado fora em obras abandonadas

FOTO: (Rondoniaovivo)

NADA DE ECONOMIA


O Deputado Federal Expedito Netto (PSD-RO) está entre os 513 deputados federais de todo o Brasil que mais gastou em seus gastos da Cota Parlamentar. Suas despesas, não incluindo salários, já chegaram a R$ 138.828,90 o que o coloca como o 1° do ranking nacional.


O valor máximo mensal da cota, depende da unidade da federação que o deputado representa, o valor de Rondônia é estipulado em R$ 43.672,49. Contando o acumulado de 03 meses, Expedito passou o valor da Cota.


A Cota para o Exercício da Atividade Parlamentar (CEAP) custeia as despesas do mandato, como passagens aéreas e conta de celular. Algumas são reembolsadas, como com os Correios, e outras são pagas por débito automático, como a compra de passagens.


 
Fora a Cota, o deputado também tem:


 
Verba de Gabinete;
 

Cada deputado tem R$ 111.675,59 por mês para pagar salários de até 25 secretários parlamentares, que trabalham para o mandato em Brasília ou nos estados. Eles são contratados diretamente pelos deputados, com salários de R$ 1.025,12 a R$ 15.698,32.

 


 
Auxílio-moradia; 
 

Os deputados federais têm direito a receber um auxílio-moradia no valor de R$ 4.253,00 quando não conseguem ocupar um dos 432 apartamentos funcionais que a Câmara tem em Brasília.

 


 
Remuneração:


O salário atual de um deputado federal é R$ 33.763,00. A remuneração mensal leva em conta o comparecimento às sessões deliberativas do Plenário. Ausência não justificada leva a desconto no salário.

 


 
Viagens Oficiais
 

O deputado tem direito a receber diárias quando viaja em missão oficial. Nas viagens nacionais, o valor é de R$ 524,00. Nas viagens internacionais, o valor da diária é de US$ 391,00 para países da América do Sul, e de US$ 428,00 para outros países.
Todos esses valores definidos pela Câmara Federal estão bem longe da realidade para um sujeito normal. Qual cidadão em plena consciência gastaria R$ 1,536,00 por dia em uma viagem de trabalho? Acho que nem a passeio é possível chegar a esse valor.

 

 

 

 

 


MAIS FARRA COM DINHEIRO PÚBLICO


A Assembleia Legislativa está de olho nos gastos públicos através de diárias no Detran/RO. O problema não é de hoje e só vem aumentando a cada nova gestão. Nos últimos quatro anos um relatório da ALE revela que o Detran gastou R$ 15.310.842,99 (quinze milhões trezentos e dez mil oitocentos e quarenta e dois reais e noventa e nove reais), em diárias. 

 

O levantamento aponta as despesas desde 2014 como mostra o gráfico abaixo.

 

Diárias 2014                          R$ 2.085.480,00
Diárias 2015                          R$ 2.366.032,99
Diárias 2016                          R$ 2.449.940,00
Diárias 2017                          R$ 3.402.745,00
Diárias 2018                          R$ 5.006.645,00
TOTAL R$                             R$ 15.310.842,99

 

O documento mostra ainda que um servidor teria recebido mais de 7 mil reais em diárias em um único mês. É claro que isso que acontece com o dinheiro público, e não é só no Detran, não surpreende mais ninguém. A questão é saber se algum dia será possível ver alguém responsabilizado por esse e tantos outros atos imorais que todos os dias escancaram os noticiários.

 

 

DAS ALDEIAS PARA O MUNDO

 

Grupo 03 corações, maior empresa de cafés do Brasil, fechou parceria com os povos indígenas do Estado de Rondônia em duas Terras Indígenas: TI Sete de Setembro, localizada na cidade de Cacoal e Rio Branco, na cidade de Alta Floresta. A empresa que pretende comprar a produção dos índios doou mudas de café aos povos como forma de simbolizar o plantio de novas oportunidades e uma parceria duradoura.


O projeto engloba iniciativas de capacitação para dar acesso as melhores práticas na produção de cafés de qualidade. O primeiro treinamento com foco em cafés de qualidade ocorreu em março de 2019 no município de Ouro Preto do Oeste para lideranças indígenas que levarão adiante os conhecimentos adquiridos. A companhia também está investindo na infraestrutura necessária nas aldeias para viabilizar a produção dos cafés almejados.


O  Grupo 3 corações comprará 100% dos cafés cultivados nas duas Terras Indígenas. A compra acontecerá de duas formas, a primeira é por meio do lançamento da 1ª edição do Concurso Tribos, um concurso de cafés de qualidade exclusivo para os povos indígenas em que serão premiados o primeiro, segundo e terceiro lugar.


A segunda forma de comprar os cafés será reflexo da qualidade que os povos indígenas atingirem em suas respectivas produções de café. Ou seja, a medida que aumenta a qualidade, aumenta também o prêmio por saca. Os melhores cafés serão comprados pelo dobro do preço da cotação de mercado. Excelente iniciativa para valorizar o trabalho indígena e também divulgar o potencial econômico de Rondônia para o Mundo.

 

 

Imagem Ilustrativa. Foto:Secom

 

 

 

DE VOLTA AO PARLAMENTO


O ex-deputado SAULO MOREIRA DA SILVA está de volta à Assembleia Legislativa de Rondônia. Ele foi chamado para atuar no Gabinete da Presidência como Assessor Técnico. O ex-deputado vai receber um salário de 07 mil reais. 

 

 

Saulo Moreira (PDT)

 

 


FAZER DECOLAR OS AEROPORTOS REGIONAIS

 

Uma  comitiva liderada pelo presidente do Sistema Fecomércio/Sesc/Senac/IFPE e Vice-Presidente da Confederação Nacional do Comércio - CNC, Raniery Araújo Coelho, está começando por Vilhena uma campanha para as Prefeituras e os Empresários buscarem uma rápida solução para o problema com a finalidade de aumentar o número de voos para os municípios. Na manhã desta segunda-feira (22), foi apresentado ao prefeito Eduardo Japonês, a Proposta do Desenvolvimento Aéreo de Rondônia, onde foi destacada a importância de revitalização do aeroporto do município. O Prefeito tomou conhecimento do assunto na ocasião e relatou a importância de se buscar melhorias para o Aeroporto de Vilhena. “ Agora é o momento de correr atrás em busca de melhorias para nossa região”, destacou Eduardo Japonês.


 
Raniery Coelho ressaltou que “As empresas aéreas já podem ter redução no custo do combustível se fizerem no mínimo duas escalas internas em Rondônia, porém, alegam que as condições das pistas e a segurança não permitem isto. Precisamos melhorar a infraestrutura aeroportuária para termos maior mobilidade e preços de passagens mais baratas. A Amazônia é uma região com grandes distâncias entre suas principais cidades. Rondônia é um exemplo disto. E por tal razão, é imprescindível investir em infraestrutura que comporte o nosso crescimento. E, neste contexto, a aviação regional é fundamental e não pode ser feita sem investimentos em aeroportos”, afirmou o presidente. 

 

 

 

 

 

NEGÓCIO A CAMINHO

 

Falando em linhas regionais, as negociações entre um empresário da região Norte e uma entidade que precisa de agilidade em transporte estão bem adiantadas e podem ser a solução para o transporte aéreo e barato em Rondônia. A entidade necessita do serviço e estaria disposta a compartilhar o transporte de carga com futuros passageiros. Se o acordo acontecer uma passagem de avião entre Porto Velho e Cacoal, por exemplo, pode custar pouca coisa a mais que o valor da passagem de ônibus.  Em breve volto a falar sobre esse assunto.

 

 

DIA DA AVIAÇÃO DE CAÇA

 

A Ala 6 (Base Aérea de Porto Velho) realizou na manhã desta segunda-feira uma Cerimônia Militar alusiva ao Dia da Aviação de Caça. Em seu discurso durante a solenidade, o Comandante da Ala 6, Coronel Aviador Rômulo Coutinho Lucas, relembrou ao efetivo a importância da Aviação de Caça para a Força Aérea Brasileira e parabenizou todos aqueles que voam e fazem voar, participando ativamente da missão de controlar, defender e integrar o Brasil. A data homenageia o Primeiro Grupo de Aviação de Caça (Esquadrão Jambock), que realizou missões de combate durante a Segunda Guerra Mundial. 


A Ala 6 representa a Aviação de Caça na FAB através do Segundo Esquadrão do Terceiro Grupo de Aviação (2º/3º GAv), tradicionalmente conhecido como Esquadrão Grifo. O 2º/3º GAv é equipado com as aeronaves A-29 SUPER TUCANO e desempenha com êxito diversas missões, tais como: interceptação, cobertura, ataque, reconhecimento armado e controle aéreo avançado.

 

 

 

 

 

 


 
QUEM SERÁ QUE VAI RESOLVER

 

O descaso com o dinheiro público é cada vez mais escancarado em Porto Velho, parece que já virou uma cultura, e o que é pior: não há nada que indique uma mudança. A abertura da Unidade Básica de Saúde do bairro Lagoinha, na zona Leste de Porto Velho, por exemplo, é algo que nessa encarnação talvez não ocorra.  

 

O dinheiro gasto para levantar a estrutura pode ter o ralo como destino final.  Com um alto investimento o prédio chegou a ser entregue, nunca funcionou e já começou a ser depredado. 


 
Ladrões roubaram parte da estrutura construída levando portas, janelas, piso, equipamentos médicos e até o transformador de energia, no valor aproximado de R$ 15 mil. Prejuízo que, com certeza, não vai ser recuperado. No fim de semana, as paredes da dita UBS foram pichadas com ofensas ao prefeito. Algumas pessoas teriam usado a pichação como forma de protesto. Se adiantasse alguma coisa né....

 

 

 

 

VEM AÍ A SOLUÇÃO

 

Em breve os reis da mentira vão surgir para mostrar indignação com tanto descaso e desperdício e prometer solução imediata. Aguardem a chegada das eleições  e vejam como aparece solução para tudo.

 

 

VEREADORES

 

A propósito, a  UBS do bairro Lagoinha já foi visitada por dezenas de vereadores nos últimos dez anos que cobraram, prometeram, fiscalizaram, se indignaram , se revoltaram e se escafederam após o resultado das urnas.

 

 

 

Mande suas sugestões de pauta, fotos, denúncias ou reclamações para espacoaberto@rondoniaovivo.com

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS