close

COMBUSTÍVEL: Léo Moraes questiona alto preço em sessão conjunta no Congresso

O deputado rondoniense fez a cobrança durante uma das sessões plenárias mais importantes do ano

DA REDAÇÃO

11 de Junho de 2019 às 19:16

No final da tarde desta terça-feira (11) o deputado federal Léo Moraes (PODE) falouem plenário durante sessão do Congresso Nacional que reuniu os deputados federais e senadores da República, para votação e debate de pautas de primeira necessidade ao povo brasileiro.

 

Em sua fala, o congressista rondoniense trouxe em pauta um tema polêmico e problemático que vem sangrando o bolso do cidadão comum, o preço do combustível no Brasil. Léo Moraes questionou de forma incisiva a política tarifária sobre o preço da gasolina e diesel, afirmando que é necessária uma política clara sobre o preço do combustível voltado para o interesse do cidadão.  

 

“Como pode de abril até junho desse ano termos 19% de queda no valor do barril do petróleo e nas bombas de combustível nada se altera? As notícias cotidianas são de diminuição desses valores, mas para o cidadão comum nada muda. As tarifas fazem como que o brasileiro pague mais caro na gasolina do que os habitantes dos países que compram nosso petróleo”, afirmou Léo Moraes.

 

Especificamente no estado de Rondônia, Léo Moraes, disse que não dá mais para o rondoniense ser submetido a valores abusivos que sacrificam o trabalhador que precisa utilizar seu veiculo no seu dia a dia.

 

“Temos que encontrar uma solução e apresentar alternativas do Governo para resolver  esse problema. Em Rondônia continuarmos o litro da gasolina entre R$ 4,50 e R$ 4,80. Temos quatro distribuidoras, o que elas fazem apenas de não onerar ainda mais, além da sopa de letrinhas que são as tarifas cobradas. Queremos respeito para Rondônia e para o restante do país”, falou Léo Moraes.

 

Membro da comissão de Minas e Energia na Câmara Federal, Léo Moraes vêm realizando trabalho intenso de levantamento de informações sobre os custos que levam à essa alto preço do combustível e seguirá defendendo a proposta de redução das tarifas, ampliação da concorrência entre distribuidoras e refinarias, além da elaboração de matérias que visem a garantia fundamental do  direito do consumidor.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS