close

RECONHECIMENTO: Moção de Edwilson Negreiros apoia homenagem à Dom Moacyr Grechi

Para Edwilson Negreiros o apoio da Câmara Municipal a esse projeto é o reflexo da vontade do próprio cidadão portovelhense

DA REDAÇÃO

18 de Outubro de 2019 às 11:46

RECONHECIMENTO: Moção de Edwilson Negreiros apoia homenagem à Dom Moacyr Grechi

FOTO: (Divulgação)

Foi aprovada esta semana na Câmara de Vereadores de Porto Velho a Moção de Apoio n° 01/2019 de autoria do vereador Edwilson Negreiros (PSDB) que avaliza o Projeto de Lei n° 3704/2019 da Câmara Federal de autoria do deputado Mauro Nazif (PSB) que denomina a ponte da BR-364 sob o rio Madeira como “Ponte Dom Moacyr Grechi”.

 

Para Edwilson Negreiros o apoio da Câmara Municipal a esse projeto é o reflexo da vontade do próprio cidadão portovelhense, que tem no já falecido bispo Dom Moacir Grechi uma imagem de alguém que dedicou sua vida ao povo de Rondônia e Acre, estados beneficiados com a construção da ponte.


“Esse brilhante projeto do deputado Mauro Nazif expõe a importância social e religiosa do bispo Moacir, por isso me empenhei em buscar as assinaturas no parlamento municipal para que o Congresso veja e aceite a vontade de nosso povo, foi um homem que deixou sua marca através de coisas boas e merece essa homenagem”, afirmou o vereador Edwilson Negreiros.

 

Dom Moacyr

 

Dom Moacyr Grechi foi um bispo católico brasileiro, arcebispo emérito de Porto Velho. Em 1949, ingressou no Seminário da Ordem dos Servos de Maria, em sua cidade natal. Em 29 de julho de 1961, foi ordenado sacerdote. Em 17 de julho de 1972, foi escolhido para ser bispo da diocese de Rio Branco pelo Papa Paulo VI.

 

Em 29 de julho de 1998, foi nomeado arcebispo de Porto Velho, tendo tomado posse em 8 de novembro de 1998. Aposentou aos 75 anos e foi substituído em 3 de março de 2012 por Dom Esmeraldo Barreto de Farias. Ele faleceu em 2019.

 

Congresso

 

O vereador Edwilson Negreiros fez questão de ressaltar que por se tratar de uma obra de competência federal, a aprovação dessa Moção de Apoio não garante o nome da ponte, que depende de votação no Congresso Nacional.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS