close

INDIGNADA: Jaqueline Cassol diz que aumento proposto pela Energisa é assalto

"É um verdadeiro assalto ao bolso do consumidor. Um presente de grego para o natal”, ressaltou a deputada

ASSESSORIA

10 de Dezembro de 2019 às 09:29

INDIGNADA: Jaqueline Cassol diz que aumento proposto pela Energisa é assalto

FOTO: (ASSESSORIA)

A deputada federal Jaqueline Cassol (PP-RO) usou a tribuna da Câmara Federal, nessa segunda-feira, para cobrar dos diretores da Agência Nacional de Energia Elétrica a não aprovação da revisão tarifária proposta pela Energisa Rondônia. O aumento deve ser julgado na sessão ordinária, desta terça-feira (10). A deputada demonstrou sua indignação com o pedido e afirmou que o aumento é um “verdadeiro assalto ao bolso do consumidor”.

 

Subo nessa tribuna indignada com o novo pedido de reajuste na tarifa de energia elétrica que a Energisa está propondo. É um verdadeiro assalto ao bolso do consumidor. Um presente de grego para o natal”, ressaltou.

 

Esta é a segunda tentativa, neste ano, para revisar as tarifas em Rondônia. Em outubro, depois de pressão da bancada do Estado na Câmara, a Aneel indeferiu a solicitação que entraria em vigor em fevereiro de 2020. Na próxima semana, fará um ano que a distribuidora aumentou em 25%.

 

É o segundo pedido vergonhoso nesse ano. Os serviços são de péssima qualidade,  há falta de energia em vários municípios e a população está tendo prejuízos. Se queremos que o país cresça, que os Estados se desenvolvam temos que criar oportunidade e energia é desenvolvimento”, frisou a deputada. “Peço aos diretores da Aneel que tenham sensibilidade e indefiram esse absurdo e abusivo aumento”, completou.

 

A parlamentar, que é a presidente da Comissão Especial que analisa o Projeto de Lei sobre a portabilidade da conta de luz, informou participará da sessão ordinária da agência nacional para pedir pessoalmente pela indeferimento da proposta.  

 

A bancada de Rondônia continuará lutando para que esse aumento não seja concedido”, garantiu.

 

A sessão ordinária começa às 9h, em Brasília. O processo nº 48500.0005791/2019-12 será o terceiro item da pauta e terá como relator Sandoval de Araújo Feitosa Neto. Não consta na pauta, o percentual de reajuste requerido.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS