close

ALEGRIA: Água potável chega à comunidade de Conceição de Galera com apoio de Ellis Regina

O problema da falta de água potável é crônico nos distritos ribeirinhos de Porto Velho

ASSESSORIA

19 de Fevereiro de 2020 às 09:49

ALEGRIA: Água potável chega à comunidade de Conceição de Galera com apoio de Ellis Regina

FOTO: (ASSESSORIA)

Depois de muito trabalho, a comunidade de Conceição do Galera, localizada na região  ribeirinha do rio Madeira, a 180 quilômetros de Porto Velho, finalmente conseguiu restabelecer o fornecimento de água potável para a localidade, melhorando sensivelmente a qualidade de vida dos moradores. 

 

O mutirão foi organizado pelo líder ribeirinho Pedro Bastos que ressaltou o clima de união dos moradores em prol em torno de um projeto que trouxe muitas alegrias para o distrito, com o apoio da vereadora Ellis Regina. “Você vê a alegria no rosto dos moradores, a maioria pequenos agricultores e pescadores que há anos aguardavam a solução para o poço artesiano do distrito que não funciona”, disse ele.

 

O problema da falta de água potável é crônico nos distritos ribeirinhos de Porto Velho ao longo da região do Baixo Madeira. A situação se agravou principalmente pela falta de manutenção nos equipamentos, e principalmente após a última grande cheia do rio, em 2014, que contaminou todos os poços e tornou inviável a água para consumo humano. 

 

 

 

 

Uma felicidade grande pra mim. Uma coisa que a gente não esperava que essas coisas chegassem aqui. Graças a Deus”, disse uma das moradoras mais antigas da vila, visivelmente emocionada após o término da obra.

 

A mesma felicidade foi também compartilhada pela Dona Edisângela que classificou a obra como um grande sonho para a comunidade. “Era um sonho que a gente tinha e está sendo realizado hoje. A gente agradece muito a Deus e a vereadora Ellis Regina pelo apoio que ele tá dando para a chegada dessa água à nossa comunidade”, comentou.

 

 

 

 


Segundo a vereadora, ela tomou conhecimento do problema durante as suas visitações na região do Baixo Madeira. Ela foi procurada por um grupo de moradores que mostraram a situação do antigo poço e da dificuldade de obtenção de água potável.

 

O que fizemos foi apenas apoiar esses moradores para a obtenção de um bem que deveria estar disponível de forma mais simples que é a água. Moramos sobre a maior reserva de água doce do mundo e ainda enfrentamos problemas primários de oferta de água de qualidade à nossa população”, lamentou.

 

 

 

 

 

 

 

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS